DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

2 de nov de 2015

NOTA DE PESAR



Respeitando o sentimento de todos que celebram a dor da perda dos seus entes queridos nesta data - dois de novembro -, é com muito pesar que o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT) vem a público para lamentar a morte do RESPEITO aos profissionais deste estado, que vem sendo promovida de forma lenta e gradativa, cada vez mais intensa, ao longo dos últimos 20 anos, por dois jornais de Cuiabá: Diário de Cuiabá e Folha do Estado.


Registramos que o Diário de Cuiabá configura-se como o criador dessa escola há vinte anos, pelo menos, e a Folha do Estado vem trilhando por essa cartilha há aproximadamente uma década. Os dois veículos são os principais causadores dessa situação esdrúxula que vem comprometendo a prática do jornalismo correto, eficiente e digno em Mato Grosso, não assumindo seus compromissos financeiros com os profissionais e acarretando a queda vertiginosa na qualidade da informação. 


Dessa forma, evidencia-se uma relação indesejada e nociva à sociedade, entre os veículos de comunicação e esferas dos poderes públicos constituídos. São inúmeros os casos em que a Justiça já deu ganho de causa dos jornalistas contra esses dois jornais, porém, ambos continuam funcionando, apesar das constatações judiciais. Os atrasos e os calotes salariais têm se sucedido gerando uma situação que se arrasta há vários anos, contribuindo para que a boa e verdadeira informação, doa a quem doer, passe ao largo dos objetivos fundamentais da comunicação, desprezando valores éticos e técnicos.


O que dizer diante do ponto em que a categoria chegou? Realmente, o RESPEITO morreu! Mas, acreditando que é possível resgatar a dignidade de toda a classe é que o Sindjor-MT inicia uma série de ações para escancarar essa dor que não sai nos jornais. A dor de trabalhar e viver com menos dignidade do que quem está desempregado e recebe seguro-desemprego.


Dia de Finados – Cerimônia das Velas


Funcionários e ex-funcionários do Diário de Cuiabá e da Folha do Estado, além dos colegas e demais trabalhadores solidários, compareceram, nessa segunda-feira, dia 2 de novembro, às 19h, na porta do jornal Diário de Cuiabá (localizado no térreo do prédio Centro Empresarial Paiaguás). Vestidos com roupas de cor preta e portando velas, protestaram contra os atrasos salariais e descaso para com os funcionários.











Nenhum comentário: