DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

13 de nov de 2014

DESCASO: Jornal põe em risco vida de repórteres e motoristas

Lois Lane - Assessoria Sindjor-MT

Como se não fosse o bastante os constantes atrasos de salário e as inúmeras ações trabalhistas que perde e não honra, em sua maioria, o jornal Folha do Estado tem, agora, se descuidado da segurança de seus repórteres e motoristas. Denúncia que chegou ao Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT),esta semana, informa que os dois carros que são disponibilizados para trajeto até as pautas não estão nem um pouco seguros. Vale lembrar que nenhum funcionário da empresa tem seguro de vida oferecido por ela.

Conforme a denúncias, a situação já se arrasta há cerca de seis meses e os dirigentes da Folha do Estado já foram informados do problema e não deram nenhuma solução ou satisfação aos trabalhadores sobre quando isso será resolvido. Dentre as reclamações, está a de que o veículo Gol preto está com o rolamento roncando e documentos e o IPVA vencidos. “O câmbio escapa as marchas e o outro veículo, um Palio prata está sem ar-condicionado, com problema nos freios e também com documento vencido. Isso coloca em risco, não só a vida dos repórteres e motoristas, como também a das pessoas na rua”, alerta o denunciante.

Outro problema é que os extintores dos carros também se encontram vencidos há mais de um ano. O Gol está, ainda, sem estepe, trafegando somente com o aro e sem pisca alerta traseiro, o que dificulta a conversão à esquerda. Já o Palio está com farol e paralamas caindo e estepe completamente careca.

Como a questão é de segurança do trabalho, a denúncia será encaminhada pelo Sindjor-MT ao Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT/MT), a fim de que a empresa seja fiscalizada e sejam tomadas as providências cabíveis o mais rapidamente possível.

Um comentário:

Anônimo disse...

Que horror!!!!!!!
Chocado com o descaso da empresa. Se não valorizam vidas, como ter a credibilidade por parte dos leitores...eu heim!!!
Triste, pessoas que precisam trabalhar por a própria vida em risco p enriquecer... putz...Deus me livre!!!!
Esses funcionários tem q se rebelarem e deixar produzir, aí quero ver os patrões produzirem sozinhos...kkkk não vão escrever uma linha