Filme, pipoca e um papo sobre jornalismo

Projeto Cinejor irá promover debates sobre o exercício da profissão através da exibição de filmes 

Cena do filme todos os homens do presidente 

O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor MT) se prepara para a primeira exibição do projeto Cinejor, que será no próximo dia 20 de outubro (sábado), as 16 horas. A ideia é bem simples: promover debates sobre o exercício da profissão, através da exibição de filmes que abordem a temática do jornalismo. Tudo isso de forma bastante leve, num bate-papo solto e descontraído.

A ideia também é fazer do ambiente uma espécie de encontro cultural, que promova e integração das artes. Nisso, jornalistas e estudantes podem ficar a vontade para declamações de poesias (sarau) ou para trazer batuques, violões e outros instrumentos. O espaço é aberto!

A sala de cinema será montada na sede do Sindjor, que fica na avenida Mato Grosso, número 167, sala 2. Para acompanhar o filme (ainda não definido), haverá pipoca e bebidas para os cinéfilos. O projeto é aberto a todos os profissionais da área de jornalismo e principalmente aos estudantes de comunicação. Ajudam o Sindjor na elaboração do projeto, o jornalista Nicélio Silva e o radialista e professor da Unirodon, Yuri Kopkac.

O projeto Cinejor surgiu em uma das reuniões ordinárias do Sindjor, realizadas todas as segundas-feiras na sede do sindicato. Nesse dia, havia um debate sobre o sentimento de baixa estima que afeta grande parte dos jornalistas de Mato Grosso, devido a situações como: atrasos salárias, assédio moral e baixa remuneração.

Partindo desse diálogo,surgiu a ideia de se criar um espaço para reflexão, que ajudasse o jornalista a perceber seu protagonismo como agente transformador da sociedade e dessa forma revertendo (pelo menos um pouco) o desanimo que assola oS profissionais. É a partir dessa construção de pensamento que o CINEJOR se apresenta.


Por: Marcio Camilo

Comentários

Robson Fraga disse…
Grande ideia. Estarei lá.
Johnny Marcus disse…
Esse horário não dá pra mim, pois estarei na rádio. Mas o projeto é bacana. Parabéns!
nona arte disse…
gostei. quero escrever sobre, mas preciso de mais informações! o telefone da Keka está fora. alguém tem o contato do Marcio Camilo?

Postagens mais visitadas