DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

12 de set de 2012

Folha do Estado paga salário de agosto em dia

O último mês foi de luta e união dos trabalhadores da Folha do Estado para que a rotina odiosa e humilhante do atraso salarial não perdurasse por mais tempo. Num trabalho de atitude junto com o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor/MT) e com a atuação incisiva e implacável do Ministério Público do Trabalho (MPT), na pessoa da procuradora Marcela Monteiro Dória, eis que os jornalistas receberam - conforme manda a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) - o salário de agosto no último dia 10 de setembro, exatamente no quinto dia útil.

A diretoria do Sindjor/MT avalia que a vitória se deve à união da categoria dentro daquele veículo, que, simplesmente, não esmoreceu nem se acomodou diante da injustiça de trabalhar e não ter a recompensa pelo seu trabalho. Isso é um passo firme no caminho da consolidação de um mercado de trabalho sério e para a dignidade do trabalhador. “Honrando este compromisso, a direção da Folha do Estado mostra que é possível, com organização e previsão, pagar sim seus funcionários em dia”, avalia a diretoria do Sindicato.

Conforme relato de alguns filiados, a redação que amanheceu ontem (11), na Folha, nem chegou perto de lembrar os rostos tristes e preocupados que se apresentavam no mesmo local há um mês, quando ninguém sabia a data em que poderia quitar suas dívidas. O trabalho fluiu e a animação foi geral. A meta é que o grupo de jornalistas da Folha continue firme e seja um exemplo a outros tantos que, infelizmente, se conformaram com a prática abusiva de não receber o salário, nem ao menos uma satisfação plausível. Prática essa que, infelizmente, ainda paira sobre vários veículos mato-grossenses e quer fazer escola como se não pagar fosse normal.

Fortalecimento
Vale lembrar que o Sindicato é uma representação de classe. Portanto, pode e deve ser acionada pelos trabalhadores sempre que for necessário. As demandas devem ser levantadas e levadas ao representante dos trabalhadores para que haja o quanto antes dignidade do trabalho em todas as esferas e âmbitos de comunicação. Para isso, também é necessário que o sindicato exista forte e nessa direção é que a diretoria trabalha firme para a construção da sede e na ampliação da contribuição sindical. Vitórias como as obtidas pelos trabalhadores da Folha demonstram que a união sempre vale a pena!

FONTE: Sindjor/MT

Nenhum comentário: