Rede de Controle promove o primeiro manifesto em combate à corrupção em MT

Procuradora Vanessa conversa com estudantes
Faltando poucos dias para o Dia Internacional em Combate à Corrupção, próxima quinta-feira (9), representantes de movimentos sociais, sindicatos, instituições, organizações governamentais e não governamentais, que atuam unidos na comissão da Rede de Controle, organizado pelo Ministério Público Federal de Mato Grosso (MPF-MT), realizaram o primeiro manifesto de conscientização  em combate à corrupção no Estado. O evento foi realizado na  última quarta-feira (30),  na Escola Estadual André Luiz Reis em Cuiabá.

A escola, localizada no bairro  Consil, foi palco de várias  ações educativas pelos representantes da Rede de Controle. No evento, eles conscientizaram os alunos e professores sobre o tema, promovendo atividades como palestras, mostra de vídeo, distribuição de cartilhas e camisetas, apresentação de sites de ouvidorias e cidadania que abordam conteúdos de conscientização  sobre corrupção no laboratório de informática da escola,  jogos, entre outras.

No primeiro manifesto, participaram a presidente da Rede de Controle de Mato Grosso e procuradora da República, Vanessa Ribeiro Scarmagnani, o  diretor do Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso, Everaldo Galdino,  além dos agentes do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar,  que na  oportunidade, orientaram os estudantes sobre o uso correto de extintores de incêndios e outros equipamentos de segurança. “Todo o ensino sobre cidadania e campanhas sobre corrupção são discutidos aqui, pois  trabalhamos com transparência.  Um exemplo é a divulgação do relatório de contas  que fica no mural,  onde lá é informado o uso devido dos  recursos,  para administrar à escola”, salientou  o diretor da Escola André Luiz Reis, Joilson Domingos de Moraes Viana, que mobilizou os alunos e os professores  para usarem a camisa em combate à corrupção.

Na ocasião, a presidente da Rede Controle, Vanessa Ribeiro Scarmagnani,  apresentou os movimentos sociais envolvidos no debate. Em seguida, ela ministrou cinco palestras voltadas ao tema  no local. Scarmagnani exemplificou várias situações cotidianas de atos de corrupção, focando o cenário político  cuiabano,  que contribuiu para questionar os participantes. “Neste primeiro evento, em especialmente voltado aos estudantes, deu para diagnosticar  um pouco sobre o que eles pensam e quais atitudes estão tomando sobre a corrupção. Pois as pequenas situações rotineiras apresentadas aqui, foram  para provocá-los no debate, o que ajudou muito”, avaliou Scarmagnani.

A Rede de Controle pretende ampliar e aprimorar o debate sobre o tema, de modo efetivo e facilitar a articulação de parcerias entre os órgãos públicos e entidades nas diversas esferas da administração pública, visando desenvolver ações direcionadas à fiscalização, ao diagnóstico e ao combate à corrupção, incentivando e fortalecendo o controle social, experiências e capacitação.

O próximo manifesto contra à corrupção, acontece nesta sexta-feira (2), a partir das 9h, na Câmara de Cuiabá. Os representantes do movimento foram convidados para uma sessão especial, em discutir o assunto na tribuna.

Comentários

Postagens mais visitadas