NOTA SOBRE A APROVAÇÃO EM PRIMEIRA VOTAÇÃO DA PEC DO DIPLOMA

O Senado Federal aprovou em primeira votação a PEC do Diploma na semana passada. Nós, jornalistas de todo o Brasil, comemoramos mais essa vitória! Essa emenda constitucional recoloca a obrigatoriedade do diploma para o exercício do jornalismo, exigência cassada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em 17 de junho de 2009.
O ministro do STF, Gilmar Mendes, relator do processo impetrado pelos empresários da radiodifusão de São Paulo, alegou que o diploma contraria artigo que trata da liberdade de expressão. Nós, jornalistas de todo o Brasil, rechaçamos esse argumento descabido, sabendo que a liberdade de expressão depende de uma conjuntura muito mais complexa de forças políticas, econômicas, empresariais e sociais.
Nessa luta, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT) se soma à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) que, desde 2009, vem articulando no Congresso Nacional. O Sindicato e a Fenaj entendem que as escolas de comunicação, apesar de suas fragilidades, ampliam a visão para as implicações técnicas, éticas e sociais do exercício dessa profissão.
Muitos querem distorcer o jornalismo ao bel prazer de uma minoria que, por agora, manda no país. Mas é para o bem do povo - pobres e ricos, brancos e negros, mulheres e homens, e toda uma diversidade que existe entre uma coisa e outra - que essa profissão deve existir.
A Diretoria

Comentários

Postagens mais visitadas