Jornalistas do Diário de Cuiabá aprovam estado de greve e mais cobranças judiciais para regularizar 4 folhas de atraso

A direção do Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT) vem a público informar que realizou nesta segunda-feira (12) Assembleia Geral da categoria para cobrar quatro meses de salários atrasados de profissionais do DIÁRIO DE CUIABÁ. Os trabalhadores do jornal definiram por unanimidade ficar em estado de greve devido ao não pagamento em dia da sua remuneração.

A organização definiu neste fim de ano uma campanha ostensiva de cobrar empresas de comunicação que insistem em não pagar salário dos trabalhadores de imprensa, o que é um desrespeito.

Os jornalistas aprovaram que a direção do sindicato deve informar os anunciantes e órgãos públicos que o jornal Diário de Cuiabá atrasa salário. A decisão é uma forma de pressionar a as empresas junto à opinião pública para a responsabilidade do veículo quanto ao pagamento digno de salário dos profissionais.

Na assembleia, após debate e opiniões de duas dezenas de jornalistas, dos quais 10 do jornal, ficou encaminhado que a categoria não vai aceitar o parcelamento em 16 vezes dos salários atrasados proposto pela empresa.

Foi aprovado também pelos jornalistas do periódico que a assessoria jurídica do sindicato faça uma lista da situação de cada funcionário do jornal, bem como levantamento sobre atualização de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e outros direitos sociais.

Os jornalistas do Diário de Cuiabá definiram ainda, também por unanimidade, que em janeiro continuará negociação trabalhista para regularizar os salários, mesmo com ação que cobra salários atrasados e solicita bloqueio das contas do jornal e penhora de bens para regularização de salários. Os profissionais da publicação aprovaram que o sindicato deve encampar a pauta de reivindicação sobre melhoria da condição de trabalho dos jornalistas já apresentado à empresa.

Ficou aprovado pelos jornalistas na assembleia da publicação que a direção do Sindjor-MT entre com uma medida administrativa contra a empresa para ela informar ao sindicato uma relação sobre quem tem salários atrasados e aqueles que estão com remuneração em dia. O prazo para o jornal repassar essas informações é o dia 23 de dezembro.

Os jornalistas do Diário de Cuiabá aprovaram ainda uma consulta ao Ministério Público para medida de interdição do jornal se os trabalhadores continuarem a ter salários atrasados.

Diretoria do Sindjor-MT

Comentários

Anônimo disse…
muito bem ate que fim o dono desse jornal vai pagar alguem
Anônimo disse…
o meu marido trabalha nesse jornal e devido o nao pagamento agente cause passa fome.Sera que não existe lei nesse País.
Anônimo disse…
Ainda não sei como os diretores lutando por uma fatia maior do bolo, deixam chegar a esse ponto. Contratações desnecessarias, compras sem programação, e pagamentos sempre em atraso geram um gasto excessico e que poderia com ser certeza ser evitado.
O mais impressionante é que isso ja acontece a anos, primeiro correram de um predio e se abrigaram abaixo das asas do governo, e agora expulsos de seu antigo abrigo e proximos a serem expulsos do atual, oque podem fazer???
Me pergunto ainda, se não conseguem manter uma única empresa, como conseguiram sem dinheiro (isso é o que dizem para funcionarios), abrir outros dois Diários Regionais, e como conseguem tantos frutos para manter o pomar por nome Diário.
Outra coisa intrigante é, como conseguem tanto dinheiro para pagar propina para oficiais de justiça e integrantes do ministerio do trabalho e não tem valor suficiente pra comprar copos descartaveis pra tomar água.
Se for para narrar quanta injustiça e quanta desumanidade acontece nesta empresa, teria que escrever por mais de 12 horas sem parar, ainda assim não poderia dizer tudo.
Esperamos que seja mesmo feito essa entrevistas com todos os setores do jornal diario de cuiaba, e que se avalie e torne publico o descaso desta grande fabrica de recursos financeiros, que sempre foi e será patrocinada pelos politicos por meio da contribuição suada de cada cidadão.

Postagens mais visitadas