DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

3 de mai de 2011

Senado deve votar nesta 4ª a volta da obrigatoriedade


Fonte: Agência Brasil

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) aproveitou o Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, celebrado hoje (3), para tentar convencer os senadores a votar, nesta quarta-feira (4), a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que restabelece a obrigatoriedade do diploma de jornalismo para o exercício da profissão.

“Conversamos com todos os senadores e temos apoio de cerca de 80% deles. A pauta está cheia, mas há a expectativa de que o assunto seja levado à votação amanhã. Por isso vamos circular pelo Senado e tentar fazer com que a agenda seja cumprida para que o diploma volte a ser obrigatório”, afirmou Schroder à Agência Brasil.

Em nota, a Fenaj alega que a extinção da exigência de diploma deixa "o exercício do jornalismo ético e responsável desprotegido e destitui da sociedade o direito a receber informação de qualidade".

Hoje (3), na audiência pública da Comissão de Direitos Humanos do Senado sobre violência contra jornalistas, os senadores Paulo Paim (PT-RS), Paulo Davim (PV-RN) e Wellington Dias (PT-PI) disseram ser favoráveis à aprovação da PEC, de autoria do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Já o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) disse que é importante considerar os casos de pessoas com talento natural ou que não tenham frequentado uma universidade, mas que contribuem qualitativamente com a imprensa.

Nenhum comentário: