DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

11 de abr de 2011

ATA da 1ª Reunião Extraordinária da Gestão O Sindicato é Você

SINDICATO DOS JORNALISTAS DE MATO GROSSO
Gestão “O Sindicato é você”
Filiado à Fenaj-Federação Nacional dos Jornalistas e à CUT
CNPJ:03.990.454/0001-45 - 2007/2010
Rua Antonio Maria, 382, Centro Sul,Cuiabá-MT-78.020-270
Tel.: (065) 3025.4723 sindicatodosjornalistasdemt@gmail.com


Reunião extraordinária do dia 09 de abril de 2011
Aos nove dias do mês de abril de dois mil e onze, às 12h00, durante intervalo para o almoço do III Congresso Estadual de Jornalistas, aproveitando a presença de diretores de expansão do interior no congresso, reuniram-se na sala de coordenação do evento, que se realizou na Escola Superior de Contas do TCE-MT, para a primeira reunião extraordinária da gestão recém-empossada “O Sindicato é Você”, com a nova diretoria executiva composta pelo presidente Téo Meneses, a secretaria-geral, Alcione dos Anjos e a tesoureira, Márcia Raquel. Ainda estavam presentes a diretora de Expansão em Sinop, Daniela Melhorança, a diretora Expansão em Barra do Garças, Laírce Campos, o diretor de Expansão em Várzea Grande, Carlos Montandon, o diretor nacional junto à Fenaj, Jonas Silva, o diretor de registro e fiscalização profissional, Everaldo Galdino, a diretora de mobilização, Keka Werneck, a conselheira fiscal, Maricelle Lima, os representantes da Comissão de Aproximação com Movimento Estudantil, Luana Soutos, e da Comissão de Ética, Álvaro Marinho. O presidente do Sindjor-MT abriu a reunião informando que irá dar continuidade as reuniões ordinárias do sindicato, conforme prevê o Estatuto da entidade, a princípio nas noites de quintas-feiras. Informou ainda a possibilidade de mudança da sede do Sindjor, que é alugada, para um local que facilite a participação de mais jornalistas.Téo pediu informações das diretorias de expansão do interior Daniela e Lairce. Daniela relatou a necessidade da diretoria executiva ir a Sinop atendendo ao pleito da categoria que atua lá. Ela questionou a possibilidade dos jornalistas do interior participarem de convênios firmados pelo Sindjor. Alcione lembrou que muitos dos convênios podem ser realizados no município, e que o caso do plano de saúde privado está com questionamento jurídico para novas adesões, sugeriu consulta ao assessor jurídico sobre o assunto. Keka explicou que solicitou a funcionária do Sindjor uma busca de potenciais parceiros para novos convênios e que agora tem que dar encaminhamento a essa lista. Téo disse que apesar do sindicato não ter papel de associação considera importante firmar novos convênios para atrair novas sindicalizações e atender um pleito antigo dos sindicalizados. Ainda citou faculdades que ofereçam cursos de pós-graduação, escolas de línguas estrangeiras e hotéis como parceiros prioritários. Lairce informou que em Barra do Garças atuam 03 jornalistas provisionados, 35 com registro precário e 05 diplomados, explicou que a primeira turma de jornalismo da UFMT será formada no próximo ano, a turma conta com cerca de 40 alunos, ela aponta a necessidade do Sindicato discutir estágio em Barra. Outra necessidade é o pedido de vários trabalhadores que atuam no jornalismo em Barra de ter a carteirinha da Fenaj. Keka sugeriu a nova diretoria fazer seminários nas cidades do interior, explicou que na gestão anterior houve uma tentativa de se fazer isso, inclusive com visita a Sinop em 2008. Álvaro disse que é interessante fazer seminário regional já com presença dos novos diretores e que em Barra do Garças a formação deve atender não só os 43 profissionais que atuam, mas também os futuros profissionais que vão se formar logo logo na UFMT. Sugeriu formar equipes com o presidente, representante da Comissão de Aproximação com Movimento Estudantil e da Comissão de Ética. Segundo ele, seria interessante agendar reunião com a reitoria de universidades como a de Cuiabá e encaminhar à diretoria dos cursos o pedido de organização de cursos de especialização e de extensão, sugeriu ainda aproveitar o contato com a Maria Goes para fazer essa ponte. Para saber qual o melhor cursos o sindicato pode levantar nas regiões qual a principal demanda de especialização, planejando encontros para o fim de semana. Maricelle pediu para que a função do Conselho Fiscal aplicar recurso, fazer balanço anual e mensal das contas do Sindjor e leitura do balanço do contador ficasse clara na reunião. Além dela participam do conselho Jorge Estevão e Enock Cavalcante. Téo lembrou que uma das propostas da campanha é o Sindjor fazer prestação contas periódicas, ou trimestral ou semestral. Everaldo voltou a sugestão de convênio, em especial com hotel, principalmente em atividades promovidas pelo Sindicato para incentivar a participação de jornalistas do interior. Téo disse que o Sindicato tem que usar mais blog e uma comunicação direta com os jornalistas. Na visão dele a gestão atual fez muito, mas não houve divulgação das ações. Keka sugeriu que a fossem dados encaminhamentos para não perder a discussão da reunião, como o horário estava apertado, sugeriu que uma outra reunião fosse feita um balanço das ações que foram feitas ou não e dar encaminhamento ao que a nova diretoria considerar importante. Uma das prioridades seria voltar à base e convidar os jornalistas para caminhar junto com o Sindjor e aproveitar a visita ao interior para questionar sobre a necessidade de cursos de Especialização. Sobre o evento no interior concorda com Álvaro, preparar evento de três dias, sendo de sexta a domingo. Na noite de sexta abre a atividade com uma palestra ideológica, e outros dias, oficinas técnicas. Sugere que o pessoal do interior busque patrocínios para garantir hospedagem, passagens e se possível alimentação para quem vai. Sobre a manutenção do Blog sugere que alguém da diretoria seja destacado como responsável pela atualização. Álvaro intervém na fala da Keka e diz que o Sindjor pode aproveitar a aproximação de Priscila, e colocar alguma função a ela no que diz respeito à organização de atividade. A proposta foi aprovada pela maioria. Alcione pontuou que no Sindicato a ideia não é única, há divergências e que durante os três anos da gestão uma das discussões que surgiram foi sobre a sindicalização dos não-diplomados com DRT, e que a tese será apresentada no plenário, mas que essa é uma maneira de garantir o mínimo de regulamentação possível e combater o exercício ilegal da profissão lembrou da fala da Bia Barbosa do Intervozes durante a abertura do Congresso de que a sindicalização desses profissionais não inviabiliza a luta pela recolocação do diploma. Sobre a presença do Sindjor no interior sugeriu que as atividades fossem o curso de formação política que o Sindjor fez nos anos anteriores, além de garantir qualificação e debate sobre a profissão a ideia é formar novas lideranças que possam atuar em gestões futuras. Como o Sindjor já fez três vezes em Cuiabá, poderíamos fazer nos próximos anos no interior. A principio, os municípios de Sinop e Barra que já apresentaram o pedido, mas também há necessidade em Cáceres e Rondonópolis. Alcione destacou que a nova diretoria do Sindjor deve fazer planejamento da gestão, com calendário de atividades, com planilha de custo até para poder programar ações para quitar dívidas. Sugeriu ainda uma avaliação no final do Congresso que dalí pode surgir as demandas por cursos e formação continuada. Jonas lembrou que a presença de Lairce e Daniela foi uma determinação e uma ideia que o Sindjor teve de ir para o interior na gestão dele, e concorda plenamente que o Sindjor tem que fazer seminário para demandas e resumir atuação na organização e na formação política contínua. Ele propôs dialogo com alunos dos últimos anos, inclusive lembrou que no congresso tem uma galera boa de universitários, inclusive do interior. Para Jonas não há vida sem militância e o Sindicato tem que incentivar os sonhos das pessoas. Keka propôs encaminhamento de que a Comissão de Estudantes falar no momento de plenária. Sem mais assuntos para tratar, o presidente encerrou a reunião e eu, Alcione dos Anjos, lavrei a presente ata. Alcione dos Anjos Secretária-geral do Sindjor- MT

Nenhum comentário: