DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

29 de set de 2010

Vereador agride 2 jornalistas



DIAMANTINO

Por Patrícia Sanches


O vereador por Diamantino Edebaldo Alves Teixeira, o Jabuti (PMN) agrediu dois jornalistas e deve ser acionado por quebra de decoro parlamentar nos próximos dias. Jabuti resolveu partir para cima dos jornalistas Márcio Mendes, da TV Diamante, afiliada do SBT e Laércio Guidio, do jornal O Divisor, depois que ambos começaram a fazer questionamentos sobre supostas irregularidades cometidas por ele, familiares e o prefeito Erival Capistrano (PDT), que assumiu o comando recentemente depois de uma longa queda-de-braço na Justiça com o segundo colocado Juviano Lincoln, que comandou a prefeitura até julho - veja mais aqui.
Conforme Márcio, logo após a realização da sessão extraordinária desta segunda (27), ele e Laércio foram conversar com Jabuti para fazer algumas perguntas quanto as denúncias relacionadas aos familiares dele que trabalhariam na prefeitura. Além disso, perguntaram se o parlamentar também está lotado nas gestão municipal. “Como ele (Jabuti) é acostumado a investigar as coisas e falar na tribuna, perguntamos se ele anda investigando a sua família. Neste momento, Jabuti se ofendeu, grudou no microfone do Márcio e depois pegou meu gravador. Eu tentei afastar ele do Márcio, mas o vereador grudou no meu pescoço e tentou me sufocar”, relata Laércio.
Ainda segundo o jornalista do jornal O Divisor, logo após as agressões, o parlamentar pegou o crachá dele e afirmou que ele teria as respostas para todas as suas perguntas, mas de uma outra maneira. “Entendi isso como uma ameaça, até de morte”, ponderou Laércio. Conforme Márcio, a ira de Jabuti ocorreu depois que os jornalistas começaram a questionar o fato dele estar mais “calmo” no parlamento. "Quando Lincoln era prefeito todos os dias havia denúncias, mas agora ele praticamente não fala", relata Márcio.
O motivo, segundo ele, estaria relacionado ao fato dele ser parente da secretária de Educação, Eunides Teixeira, irmão de Ana Rosa, que trabalha na pasta de Ação Social e cunhado de Álvaro Rocha Pereira, que atua como chefe do departamento de trânsito da cidade. “Também temos notícia de que ele é funcionário da prefeitura e no momento em que perguntamos onde ele trabalha, Jabuti perdeu a cabeça e começou a nos agredir”, relata o jornalista. Após serem vítimas do ato de violência, os jornalistas registraram boletim de ocorrência e foram submetidos a exames de corpo e delito. “ Vamos pedir que ele seja acionado por quebra de decoro. Afinal ele tem o direito de responder e a gente de perguntar”, ponderou Márcio. O vereador Jabuti foi procurado pelo RDNews, mas não foi localizado para comentar o assunto.

Assista também o vídeo que está disponível no You Tube:
http://www.youtube.com/watch?v=4hoMsD7aMG8


Fonte: www.rdnews.com.br

2 comentários:

Wendell Olveira disse...

Espero como jornalista por formação que sou que o Sindijor pesquise sobre o "Dono" do jornal/site O Divisor e ex funcionário do legislativo de Diamantino que pediu demissão após denuncias do vereador sobre o papel que o Sr Márcio Mendes desenpenhava no legislativo.
No executivo ainda na gestão juviano Lincoln (três meses atrás)devido a alternância de poder o 'suposto'jornalista recebia 70% da verba para midia no municipio em torno de R$ 15.000,00 (quinze mil reais)ainda quando o municipio de Alta Paraguai estava sendo gerido por Diane Alves.
O Sr Márcio Mendes trabalhava como assessor na prefeitura de Alto Paraguai e na Câmara municipal.
O suposto jornalista e conhecido por estorqui dinheiro de politicos e empresários através de ameças midiatica. meu e-mail é wendelljor@hotmail.com, tenho documentação de tudo que afirmei.

Wendell Olveira disse...

Tenho certeza que a jornalista Patricia Sanches do RD News não tentou entrar em contato com o vereador, pois enviamos resposta não só ao RD News mas a toda a imprensa, inclusive ao sindicato!