DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

9 de set de 2010

SINDJOR-MT EMITE NOTA PÚBLICA AOS CANDIDATOS E CANDIDATAS DE MT

O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT) vem por meio desta nota pública indagar candidatos e candidatas que concorrem aos cargos eletivos de governador, senador, deputado federal e estadual, no mês de outubro próximo, sobre quais são suas propostas para a área de Comunicação Social em Mato Grosso, e, ao mesmo tempo, manifestar aqui suas preocupações com o setor.

Em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), convocada pelo Sindjor-MT dia 26 de agosto de 2010, jornalistas presentes decidiram cobrar publicamente os candidatos e candidatas de Mato Grosso, para que tornem públicas estas propostas e as encaminhem ao Sindicato, pois a categoria entende que a Comunicação Social, nas esferas pública e privada, é essencial para a construção de uma sociedade livre, saudável, igualitária, justa e humana.

Por esse motivo, listamos abaixo alguns temas considerados fundamentais pelos jornalistas de Mato Grosso, mas que precisam de respaldo político para que avancem e que a nossa atividade seja exercida com dignidade:

- Propostas para democratizar a mídia em Mato Grosso, com vistas à pluralidade de proprietários e diversidade de conteúdo dos meios.

- Propostas de valorização de carreiras e salários para os profissionais de comunicação social em todas as esferas de governo e no âmbito da iniciativa privada

- Propostas para criação de uma política de combate ao assédio moral nos meios de comunicação públicos e privados.

- Estímulo aos debates em torno da legislação da radiodifusão para aperfeiçoar os mecanismos de acompanhamento e fiscalização sobre o uso irregular da mídia eletrônica (rádio e televisão), que são concessões públicas, para fins de promoção política.

- Apoio parlamentar na luta pela recolocação do diploma como obrigatoriedade para o exercício do jornalismo.

- Proposta de interiorização das ações de comunicação social em Mato Grosso, com objetivo de fortalecer o mercado da mídia não só na capital como também nas diversas cidades do interior do Estado.

- Estudo das legislações e resoluções que pautam o uso de verbas públicas destinadas à publicidade e propaganda para buscar uma conduta correta e transparente de aplicação e distribuição dessas verbas.

- Apoio ao combate de qualquer relação promíscua entre meios de comunicação regionais e os poderes estaduais constituídos.

- Abertura de audiências públicas para a sociedade debater, com mais frequência, a questão da mídia, suas relações, seu poder e suas responsabilidades.


A DIREÇÃO

Nenhum comentário: