DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

30 de jun de 2010

SINDJOR-MT - CAMPANHA SALARIAL 2010

CONQUISTA IMPORTANTE!

Acordo com mais três empresas de comunicação evita dissídio e consolida piso em MT

Representantes da TV Centro América, do site Midianews e da revista RDM compareceram nesta quarta-feira (30.06) de manhã à audiência de negociação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Cuiabá, e fecharam acordo com a categoria, aceitando o piso de R$ 1.380 e reajuste de 5,4% (INPC). A audiência foi presidida pelo desembargador Tarcísio Valente. As empresas de comunicação foram acionadas na justiça pelo Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT), juntamente com a Revista Ótima, que não compareceu à audiência.

O Sindjor-MT, orientado pelo advogado da entidade, Marcos Dantas, acabou retirando o processo de dissídio contra a única empresa que não compareceu, pois entende que fechando acordo com as maiores empresas do Estado o piso fica convencionado.

Agora a categoria entra na etapa final da Campanha Salarial 2010. No dia 20 de julho, o Sindicato vai discutir, com esse grupo de empresas, as cláusulas sociais.

Desde 27 de janeiro, com uma Assembléia Geral, os jornalistas de Mato Grosso estão em Campanha Salarial. Na primeira etapa de rodadas, convocadas pelo Sindjor-MT, as empresas não compareceram à sede da entidade. Na segunda etapa de rodadas, convocadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Empresa (SRTE-MT), o diálogo avançou com as empresas TV Cidade Verde/Band, jornal Folha do Estado, jornal Circuito Mato Grosso, Grupo Diário de Cuiabá e Grupo Gazeta. “Conseguimos um acordo importante, após 15 anos sem cobrar salários e direitos do patronato”, explica a presidente do Sindjor-MT, Keka Werneck. A TVCA compareceu a uma das rodadas na SRTE, mas depois abandonou a mesa de negociação.

Também fecharam acordo com o Sindjor-MT o site Olhar Direto e a empresa Ícone Comunicação Integrada, de Assessoria de Imprensa.

Durante a Campanha Salarial, a negociação precisa ser feita com cada uma das empresas, porque em Mato Grosso os empresários ainda não construíram um sindicato patronal. “É um desgaste. O diálogo é difícil. Mas muito necessário, porque assim, mesmo que não consigamos tudo o que desejamos, vamos avançando aos poucos. Quanto mais a categoria entender que esse é um caminho importante, que traz conquistas, e fortalecer o sindicato, mais teremos ganhos reais”, avalia a presidente.

A TVCA, que não aceitava fechar o acordo porque é contra o piso único, elevou o valor que já pratica no interior, que é R$ 1.348, até o piso exigido pelo Sindjor-MT (R$ 1.380,00). Na capital, continuará tendo como menor salário R$ 1.672. “Há uma dificuldade de fechar acordo com piso único com essa empresa, mas entendemos que a categoria não sai prejudicada, pois o valor mínimo a ser pago pela TVCA, seja na capital ou no interior, é o piso negociado com as demais empresas de R$ 1.380. Se ela quer ‘valorizar’ os profissionais dela que atuam na capital com salário maior que isso, ótimo. É um avanço”, avaliou a tesoureira da entidade, Alcione dos Anjos.

Aos jornalistas de Mato Grosso, da capital e do interior, cabe agora observar seus direitos e cobrar os ajustes já garantidos.

A DIRETORIA

Um comentário:

Dafne Henriques Spolti disse...

GENTE, PARABÉNS MESMO!!!!
Beijos,
Dafne