DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

9 de fev de 2010

Nona entrevista da série: "Jornalistas de Mato Grosso: O que pensam?"

'Eu me amo', confessa Kleber Lima

Por Keka Werneck

O jornalista Kleber Lima cresceu no movimento estudantil, em Barra do
Garças, filiou-se ao PCdoB, veio para Cuiabá, formou-se em jornalismo, esteve,
como repórter de política, nas redações mais, digamos, badaladas da imprensa
cuiabana e já, há algum tempo, trabalha com assessoria de imprensa, tendo
montado empresa própria, a KGM. Seus principais clientes são políticos.
Comunismo para ele, hoje, está em segundo plano; em primeiro, a família. É o que
afirma. Há quem diga que está ficando rico. Segundo ele, gosta mais de pescar,
no Pantanal, do que de dinheiro. As mulheres costumam comentar que ele é sexy. O
que só é possível de ser, na opinião dele, se a gente se amar.


Onde nasceu?
IPORÁ-GO

Data de nascimento.
13/12/1969. 40 anos.

Você veio para Cuiabá quando, por que e com quem?
CHEGUEI A CUIABÁ, DE MALA E CUIA, EM DEZEMBRO DE 1988. AQUELE ERA ANO ELEITORAL. HAVIA ACABADO DE PARTICIPAR ATIVAMENTE, COMO MILITANTE, DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS EM BARRA DO GARÇAS, ONDE MORAVA. APOIAMOS LÁ, NAQUELE ANO, O ENTÃO DEPUTADO JOSÉ DE ARIMATÉRIA, DO PMDB. LEVAMOS UMA TACA DE UM MÉDICO AVENTUREIRO, CARIOCA, NAMORADOR, CHAMADO PAULO RAYE. ALIÁS, PAULO RAYE FOI, DOIS ANOS DEPOIS, O PRIMEIRO PREFEITO IMPEACHMADO DE MATO GROSSO. ANTES DO COLLOR, ATÉ, SALVO ENGANO. EU TINHA UM COMPADRE AQUI, O JOSÉ PEREIRA FILHO, GRANDE AMIGO LÁ DE BARRA DO GARÇAS, QUE MILITAVA NO MOVIMENTO COMUNITÁRIO, NA FEMAB. EU VIM VISITÁ-LO NA VERDADE. DE TANTO QUE ELE E A IRENE, MINHA COMADRE, INSISTIRAM, QUE ACEITEI FICAR. MOREI NA CASA DELES NO CPA III DURANTE UM TEMPO. ME MATRICULEI NO LICEU CUIABANO PARA FAZER O SEGUNDO GRAU. EU ERA MILITANTE DO MOVIMENTO ESTUDANTIL, DIRETOR DA AME - ASSOCIAÇÃO MATO-GROSSENSE DOS ESTUDANTES... ACABEI NEM ESTUDANDO DIREITO, POR CAUSA DA MILITÂNCIA... MAS FOI UM MOMENTO MÁGICO NA MINHA VIDA... FIZ ALGUNS BONS AMIGOS NAQUELA ÉPOCA. TENHO SAUDADES DAQUELE TEMPO. SEMPRE QUIS ESTUDAR NO LICEU. MINHA REFERÊNCIA ERA O LICEU DE GOIÂNIA, QUE FICA NO CENTRO DAQUELA CIDADE. O DAQUI ERA QUASE A MESMA COISA. DESDE A ARQUITETURA DO PRÉDIO, PASSANDO PELAS HISTÓRIAS QUE ELE GUARDA, O LICEU FOI A MINHA PRIMEIRA GRANDE CONQUISTA PESSOAL.

Casado? Filhos?
SIM, TENHO A FELICIDADE DE TER CONHECIDO UMA PESSOA MARAVILHOSA COM QUEM ESTOU HÁ 10 ANOS. DEBORA, MINHA ESPOSA, COMPANHEIRA, MULHER, É UMA DAS RESPONSÁVEIS POR EU ME ANIMAR A LEVANTAR TODOS OS DIAS PARA TRABALHAR. AINDA QUERO RETRIBUIR MELHOR A ELA POR TUDO QUE JÁ ME DEU. ISSO SEM FALAR NO ANTONIO KLEBER E NO CAIO FRANCISCO, NOSSOS DOIS FILHOS, AS PESSOINHAS MAIS IMPORTANTES DO MUNDO.

Há algum tempo você tem trabalhado com políticos e candidatos, em assessoria de imprensa, e este é um ano eleitoral. Existem bons políticos ou todos são farinha do mesmo saco?
CLARO QUE EXISTEM BONS POLÍTICOS. MAS O BOM E O RUIM DEPENDE DE MUITA COISA: DAS CIRCUNSTÂNCIAS, DO QUE VOCÊ DESEJA DELES, DO QUE O TEMPO HISTÓRICO EXIGE DE CADA GERAÇÃO DE POLÍTICOS, DA QUALIDADE DOS ELEITORES. NÃO EXISTE MAU POLÍTICO SEM O MAU ELEITOR, E VICE-VERSA. SE TEMOS MUITOS MAUS POLÍTICOS, DEVEMOS OLHAR ANTES A QUALIDADE DOS NOSSOS ELEITORES. AQUILO QUE FALAM DE QUE CADA POVO TEM OS POLÍTICOS QUE MERECE É VERDADE. NÃO NO SENTIDO MERAMENTE MORAL, MAS NO SENTIDO ORGÂNICO, DIALÉTICO, POLÍTICO MESMO. E COM A GRANDE TECNIFICAÇÃO DA POLÍTICA, OS POLÍTICOS SE GUIAM MUITO PELA OPINIÃO PÚBLICA, PELAS PESQUISAS, PELA IMPRENSA. ENFIM, OS POLÍTICOS, ASSIM COMO OS DEMAIS PERSONAGENS SOCIAIS, SÃO DE FATO PRODUTOS DO MEIO. ACREDITO NISSO.

Você costuma dizer que é um ex-comunista ou comunista não praticante. O capitalismo te converteu?
NUNCA DISSE QUE SOU EX-COMUNISTA. MEUS DESAFETOS É QUE DIZEM ISSO (RISOS). O QUE SEMPRE DIGO É QUE SOU ATEU NÃO PRATICANTE. QUANTO A SER COMUNISTA, CONTINUO FILIADO AO PCDOB. ME FILIEI EM 1985, DEPOIS DE UMA EXPERIÊNCIA DE UNS 6 MESES NO BLOCO POPULAR DO PMDB. JÁ FUI MILITANTE ATIVISTA, DIRIGENTE, QUE FAZIA AQUILO QUE O DIÓGENES ARRUDA - UM DOS GRANDES LÍDERES DO PARTIDO ATÉ A ÉPOCA DA CLANDESTINIDADE - PRECONIZAVA: "PRIMEIRO O PARTIDO, DEPOIS A SUA VIDA, SE POSSÍVEL". ESSE PADRÃO DE MILITÂNCIA NÃO TENHO MAIS, E NEM O DESEJO. HOJE, A MINHA REGRA É A INVERSA: PRIMEIRO A MINHA VIDA, DEPOIS O PARTIDO, SE POSSÍVEL. HÁ DOIS TIPOS BÁSICOS DE SE MILITAR EM PARTIDO POLÍTICO HOJE EM DIA: SERVI-LO PLENAMENTE OU SERVIR-SE DELE PLENAMENTE. NUNCA ME SERVI DO PARTIDO NEM DAS OPORTUNIDADES POLÍTICAS QUE ELE ME DEU. NÃO DESEJO ME SERVIR DE PARTIDO POLÍTICO OU ENTIDADE DE CLASSE. MAS TAMBÉM NÀO TENHO MAIS DISPOSIÇÃO DE SERVIR PLENAMENTE. TOMEI ESSA DECISÃO HÁ MUITO TEMPO: EM 1991 O PCDOB QUERIA QUE EU ME CANDIDATASSE A REELEIÇÃO NA AME, ENTIDADE QUE EU PRESIDIA. ME RECUSEI ALEGANDO O SEGUINTE: QUERO SER COMUNISTA A VIDA TODA, E SE VOCÊS ME OBRIGAREM A FICAR NA AME, NESSA MILITÂNCIA VOLUNTARIOSA, EU PERDEREI MINHA ÚLTIMA OPORTUNIDADE DE ESTUDAR, INGRESSAR NA UNIVERSIDADE, TER UM PROJETO DE VIDA. FIZ A OPÇÃO PELO MEU PROJETO DE VIDA NAQUELA ÉPOCA. NÀO ME ARREPENDO. O PARTIDO FOI FUNDAMENTAL NA MINHA TRAJETÓRIA PESSOAL. O PARTIDO, O MARXISMO, A EDUCAÇÃO POLÍTICA, A FILOSOFIA, ME TIRARAM DOS CAMINHOS MARGINAIS. MEUS AMIGOS DE INFÂNCIA EM BARRA DO GARÇAS, NA SUA MAIORIA, OU MORRERAM OU ESTÃO PRESOS. SOU UM SOBREVIVENTE. E O PCDOB FOI MINHA BOIA SALVA-VIDAS NESSE MAR DE RISCOS E PERIGOS. MAS, RETRIBUI MUITO AO PARTIDO, DEDICANDO-LHE MAIS DE 15 ANOS DA MINHA VIDA. NÃO TENHO SENTIMENTO DE DÍVIDA NEM DE CRÉDITO COM O PARTIDO. MANTENHO ACESA DENTRO DE MIM A ESPERANÇA POR UMA SOCIEDADE SEM CLASSES, NA FRATERNIDADE, NA COLABORAÇÃO ENTRE OS POVOS, MAS SINCERAMENTE NÃO TRABALHO MAIS PELA REVOLUÇÃO ARMADA, NÃO ACREDITO NESSE MÉTODO DE DIREÇÃO PARTIDÁRIA COM DIRIGENTES VITALÍCIOS, QUE NÃO PODEM SER TROCADOS. E, SINCERAMENTE, ACHO O TÍPICO MILITANTE DE ESQUERDA UM TIPO CHATO, MAL-HUMORADO E ATÉ CERTO PONTO INVEJOSO. HOJE TENHO MAIS AMIGOS NO CENTRO E NA DIREITA QUE NA ESQUERDA, E SOU FELIZ ASSIM.

O jornalista pode revelar de qual partido é e para qual time torce? Pode revelar o voto? Já que esperam de nós imparcialidade...
ACHO QUE O GRANDE DESAFIO DO JORNALISTA É O EQUILÍBRIO. IMPARCIALIDADE E NEUTRALIDADE SÃO MITOS DEMODÉS. CLARO QUE O JORNALISTA PODE TER PARTIDO, E EM O TENDO, ACHO QUE ELE TEM A OBRIGAÇÃO DE REVELÁ-LO, JOGAR LIMPO COM OS COLEGAS, PATRÕES E FONTES. ISSO É UMA QUESTÃO DE HONESTIDADE. MAS, DEVE SABER SUBMETER SUAS CONVICÇÕES PESSOAIS AO EQUILÍBRIO NECESSÁRIO PARA A BOA APURAÇÃO E RETRATAÇÃO DOS FATOS. NUNCA ESCONDI MINHA FILIAÇÃO PARTIDÁRIA. ISSO NEM SEMPRE FOI FÁCIL. JÁ TIVE MUITO DESCONFORTO POR ESSA RAZÃO. MAS NUNCA FUI ENTREVISTAR O JÚLIO CAMPOS COM UM BROCHE DO PCDOB NA LAPELA. COMO EU SEMPRE GOSTEI DE ESCREVER OPINIÃO, RESERVEI MINHAS CONVICÇÕES PARA OS ARTIGOS. QUANTO AOS TIMES DE FUTEBOL, ACHO QUE TODOS OS CORINTHIANOS LIDAM BEM COM ISSO. JÁ OS PALMEIRENSES E FLAMENGUISTAS SÃO MAIS ENRUSTIDOS.

Imparcialidade existe?
PENSO JÁ TER RESPONDIDO. MAS HÁ CASOS EM QUE EXISTE, AQUELES SOBRE OS QUAIS VOCÊ AINDA NÃO TEM OPINIÃO FORMADA. SE VOCÊ NÃO TEM LADO, FICA MAIS DIFÍCIL TOMAR PARTIDO. MAS, JÁ DIZIA O POETA QUE A NEUTRALIDADE SEMPRE FAVORECE UM DOS LADOS. NESSE SENTIDO MAIS FILOSÓFICO, IMPARCIALIDADE E NEUTRALIDADE NÃO EXISTEM.

O que essa nova geração de jornalistas deve saber sobre a mídia?
QUE COMUNICAÇÃO É MAIS NEGÓCIO QUE REVOLUÇÃO E VAIDADE. QUE O PODER DO JORNALISTA É LIMITADO. QUE CLART KENT É UM PERSONAGEM DE FICÇÃO, E QUE OS JORNALISTAS DE CARNE E OSSO, NA VIDA REAL, SÃO PESSOAS FALÍVEIS E CHEIAS DE NECESSIDADES, IGUAL A QUALQUER OUTRA PESSOA. MAS, DEVE SABER TAMBÉM QUE HÁ SIM POSSIBILIDADES DE O JORNALISMO PRODUZIR MUDANÇAS, DESDE QUE SAIBAMOS EXPLORAR COM INTELIGÊNCIAS AS CONTRADIÇÕES DA SOCIEDADE, QUE SÃO MANIFESTADAS NA MÍDIA. E ACHO QUE OS JOVENS JORNALISTAS PRECISAM GOSTAR E APRENDER MAIS SOBRE POLÍTICA. QUEIRAMOS OU NÃO, É POLÍTICA, O SEXO E O DINHEIRO QUE MOVEM O MUNDO. (DE DINHEIRO E SEXO ACHO QUE ESSA RAPAZIADA ENTENDE BEM, HEHEHEH).

Você é a favor da exigência do diploma para o exercício do jornalismo?
SIM, SOU A FAVOR. QUANDO CASSARAM NOSSOS DIPLOMAS, PENSEI EM QUEIMAR O MEU EM PRAÇA PÚBLICA. FOI NO MOMENTO DE IMPETO. ESTOU GOSTANDO DE ENVELHECER PORQUE ESTOU APRENDENDO A CONTROLAR MEUS IMPULSOS. HOJE MEU DIPLOMA FICA EXPOSTO NO MEU ESCRITÓRIO, E MINHA CARTEIRA DE JORNALISTA É O DOCUMENTO QUE APRESENTO SEMPRE QUE SOLICITADO PARA ME IDENTIFICAR. SOU JORNALISTA ACIMA DE OUTRAS COISAS, E TER ME FORMADO FOI A MINHA SEGUNDA MAIOR CONQUISTA NA VIDA. LAMENTO MUITO QUE O GILMAR MENDES E O SUPREMO TENHAM COMETIDO ESSE ACINTE A NOSSA CATEGORIA. E COM ARGUMENTOS TÃO INAPROPRIADOS, INVERÍDICOS E FÚTEIS. ENTRETANTO, RECONHEÇO QUE HÁ INÚMEROS EXCELENTES JORNALISTAS QUE NÃO TÊM DIPLOMA DE JORNALISTA. EU INCLUSIVE COMECEI A ATUAR NO MERCADO QUANDO ERA ESTUDANTE, SEM DIPLOMA PORTANTO - E NEM SEQUER REGISTRO PROVISIONADO OU PRECÁRIO. CREIO QUE ESSA CIRCUNSTÂNCIA TODA VAI NOS FORÇAR A ENCONTRAR UM MECANISMO PARA CONCILIAR ESSA SITUAÇÃO. TALVEZ UM TESTE DE PROFICIÊNCIA PARA PORTADORES DE DIPLOMAS DE OUTRAS GRADUAÇÕES PODERIA HABILITAR UM PROFISSIONAL EM JORNALISMO, AINDA QUE PROVISORIAMENTE OU TRANSITORIAMENTE, DANDOS-LHE O DIREITO DE SE GRADUAREM, COMO OCORRIA NOS CASOS DOS PRECÁROS DAS PRAÇAS ONDE SE CRIAVA UM CURSO DE JORNALISMO. REITERO QUE SOU A FAVOR DO DIPLOMA E DA SUA VOLTA COMO EXIGÊNCIA PARA SE EXERCER A PROFISSÃO.

Qual a matéria que você ainda não fez e qual fez mas nunca foi publicada?
TRABALHEI BASICAMENTE COM POLÍTICA DURANTE MEU TEMPO DE REDAÇÃO. FIZ TODAS AS PAUTAS QUE CONSEGUI PERCEBER. NÃO TENHO ESSE TIPO DE FRUSTRAÇÃO. FIZ MIUITAS DENÚNCIAS, ALGUMAS MUITO PESADAS, E NEM POR ISSO JAMAIS FUI PROCESSADO. QUANDO O JORNALISMO SE CALÇA EM BOAS FONTES E MATERIAL COMPROBATÓRIO, ELE FICA FORTALECIDO. TEVE UMA DUAS PAUTAS QUE FORAM DERRUBADAS, MAS NEM POR ISSO SOU FRUSTRADO. COMO DISSE ANTES, COMUNICAÇÃO É NEGÓCIO, É JOGO DE PODER. SE QUER PARTICIPAR DESSE JOGO, TEM QUE ACEITAR AS REGRAS. CLARO QUE TENTEI BURLÁ-LAS EM NOME DO QUE EU CONSIDERAVA SER O INTERESSE PÚBLICO. MAS, MUITAS COISAS E PESSOAS QUE JULGUEI SER AS MAIS PRÓXIMAS DO INTERESSE PÚBLICO DEMONSTRARAM SER OUTRA COISA COM O PASSAR DO TEMPO. ENTÃO, ESSA COISA DO JORNALISTA SE COLOCAR ACIMA DO BEM E DO MAL, COMO VETOR DO CERTO E DO ERRADO, COMO LEGÍTIMO PALADINO DA MORALIDADE E DO INTERESSE PÚBLICO NEM SEMPRE É LEGAL.

Homem pode bater em mulher?
CARACA, HOMEM BATER EM MULHER É UMA COISA FORA DE DISCUSSÃO. ALIÁS, BATER EM HOMEM TAMBÉM É. NÃO BATO NEM NOS MEUS FILHOS. ALIÁS, NEM NO MEU CACHORRO. OS ESTÚPIDOS QUE AINDA PRATICAM A VIOLÊNCIA, EM ESPECIAL CONTRA MULHERES E CRIANÇAS, MERECEM AS MAIS SEVERAS PUNIÇÕES DA LEI.

É possível falarmos em liberdade de expressão no Brasil?
É SIM. A IMPRENSA AINDA CUMPRE UM PAPEL IMPORTANTE NA EXPLORAÇÃO DAS CONTRADIÇÕES DO SISTEMA. MAS, COMO DISSE, A IMPRENSA SE CIRCUNSCREVE NO JOGO DE PODER. E ELA SERÁ MAIS OU MENOS REVOLUCIONÁRIA EM FUNÇÃO DAS CONJUNTURAS. NÃO GOSTO DA LINHA DA VEJA, ETC, MAS TAMBÉM NÃO EMBARCO NESSA DE PIG (PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA). ISSO É COISA DAQUELA ESQUERDA MAL-HUMORADA QUE NÃO SABE LIDAR DIREITO COM O CONTRADITÓRIO. HÁ INÚMEROS MECANISMOS PARA SE COMBATER O QUE VOCÊ REPROVA NOS MASS-MEDIA. UM DELES É BOICOTÁ-LOS, NÃO CONSUMI-LOS. O OUTRO É MANIFESTAR SEU DESCONTENTAMENTO. E NOS CASOS MAIS GRAVES, A VIA JUDICIÁRIA. TEMOS UM GOVERNO, O DO PRESIDENTE LULA, QUE ESTÁ REPRESENTANDO UMA REVOLUÇÃO BRANCA NO BRASIL, INCLUSIVE NAS RELAÇÕES DE PODER QUE A MÍDIA REPRODUZ. HÁ A MÍDIA DE OPOSIÇÃO, MAS HÁ TAMBÉM A SIMPÁTICA. ACHO QUE AMBAS TEM SEUS VÍCIOS E SUAS VIRTUDES. O BOM LEITOR SABE LIDAR COM AS DUAS.

Você acha que a imprensa pode tudo? Quais os limites dos meios de comunicação?
A IMPRENSA PODE TUDO QUE A DEMOCRACIA PERMITIR. MENOS MENTIR, MANIPULAR, LUDIBRIAR. E ISSO ACONTECE E MUITO. E NA ESQUERDA E NA DIREITA. MAS, OS LIMITES VÃO DEPENDER DOS MARCOS LEGAIS E, O MAIS IMPORTANTE, DA QUALIDADE DOS LEITORES, DA CONSCIÊNCIA CRÍTICA DA SOCIEDADE COMO UM TODO.

Qual o principal problema social de Cuiabá? E de Mato Grosso? CUIABÁ SE RESSENTE DE UM PROJETO ESTRATÉGICO. É UMA CIDADE MARAVILHOSA, COM UM POVO EXTRAORDINÁRIO, ACOLHEDOR E CALOROSO, CHEIA DE POTENCIAL, MAS QUE VEM SENDO NEGLIGENCIADA AO LONGO DOS ANOS. TEMOS TIDO PREFEITOS NO MÁXIMO BONS GERENTES. O GERENTE ADMINISTRA ROTINAS. O ESTADISTA CRA NOVOS CAMINHOS, ABRE NOVAS FRONTEIRAS, ENFIM, CAUSA RUPTURAS. A CIDADE PRECISA DE UM ESTADISTA. MATO GROSSO TEM CONSEGUIDO SE SAIR MELHOR, PORQUE TEM ESSE PROJETO, QUE É O AGRONEGÓCIO. VOCÊ ATÉ PODE QUESTIONAR SE ESSE PROJETO É BOM OU RUIM, MAS NÃO PODE IGNORAR QUE ELE EXISTE. A OLIGARQUIA DO AGRONEGÓCIO SUCEDEU A OLIGARQUIA PANTANEIRA. ISSO FOI UMA RUPTURA, E TODA RUPTURA PRODUZ INOVAÇÕES, MUDANÇAS. ESSA É A MUDANÇA QUE ESTAMOS VIVENCIANDO EM MATO GROSSO NO PRESENTE MOMENTO, APESAR DE MUITA GENTE AINDA NÃO TER SE APERCEBIDO DISSO. AINDA FALTA INSERIR O HOMEM, PRIORIZAR A CONDIÇÃO HUMANA MESMO, NESSE PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE MATO GROSSO. E NÃO ESTOU REPRODUZINDO O REPERTÓRIO ONGUEIRO. DEFENDO O DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO, COM O HOMEM SENDO O CENTRO E O ALVO PRINCIPAL DAS POLÍTICAS PÚBLICAS. E NISSO AINDA PRECISAMOS AVANÇAR MUITO.

Chapada ou Pantanal?
COM CERTEZA O PANTANAL. GOSTO MAIS DE PESCAR QUE DE DINHEIRO.

Parque Mãe Bonifácia ou shoppings centers?
SHOPPING. QUERO SOMBRA E ÁGUA FRESCA.

Quando você veste o terno para ir trabalhar, se sente...
FELIZMENTE, NÃO TRABALHO DE TERNO. QUANDO SOU OBRIGADO A USAR, NÃO ME RECONHEÇO NELE. GOSTO DE CHINELO DE DEDO E BERMUDA.

Quando o mundo acabar, além das baratas, o que resistirá?
O MUNDO NÃO VAI ACABAR. ALIÁS, O MUNDO SEMPRE ACABA DIARIAMENTE NA VIDA DAS PESSOAS, QUANDO MORRE ALGUÉM, QUANDO UM PROJETO FRACASSA, QUANDO O SEU TIME PERDE O CAMPEONATO, QUANDO OS NAMORADOS TERMINAM SEUS ROMANCES, QUANDO SE PERDE UMA ELEIÇÃO, ETC, MAS NUNCA SE ESQUEÇA DISSO: O MUNDO VELHO SEMPRE É A SEMENTE DO NOVO MUNDO.

Você é tido com um homem sexy. Defina o que é ser sexy.
DEVE SER PORQUE NEGRÃO ESTÁ NA MODA (RISOS). O CHARME ESTÁ NO MODO DE VOCÊ LIDAR COM AS PESSOAS, COM A VIDA. MAS SÓ EXISTE QUANDO VOCÊ SE ACEITA E SE GOSTA. E SEM MEIAS PALAVRAS, EU ME AMO.

O que você não tolera?
INJUSTIÇA, DE QUALQUER NATUREZA, E PICARETAGEM, DE QUALQUER NATUREZA. O MUNDO SERIA MAIS FÁCIL SE TUDO NÃO FOSSE ASSIM TÃO FÍSSIL, COMO DIZ O GRANDE POETA ANTONIO SODRÉ. COM JUSTIÇA E TRANSPARÊNCIA TUDO SE RESOLVERIA MAIS FACILMENTE.

Um comentário:

João Darque disse...

Olá tudo bem? Meu nome é João Darque Estevez de Moraes, sou músico e jornalista prático, tenho experiência
com público geral, adoro microfones e filmadoras, pois trabalhei com shows durante 20 anos, tenho 40 anos e muito desejo de
trabalhar como repórter nas TVs de Cuiabá, ou seja, nas TVs de Mato Grosso.
Clica nos links abaixo, e assista os vídeos que elaborei como teste.

http://www.youtube.com/watch?v=MpS_OLUHl3w

http://www.youtube.com/watch?v=TMfrfZYRLsw

E-mails:
moraesestevez@hotmail.com
terapeutajoaodarque@gmail.com

Fones:
(65)9608-5088/8151-3125