DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

16 de jan de 2009

O Fórum Social Mundial está de volta... em Belém

15 de Janeiro é a data proposta para a organização de coletivas de imprensa simultâneas em todo o mundo

De 27 de Janeiro a 1 de Fevereiro, no coração da Amazônia, milhares de delegados de movimentos sociais, povos indígenas, sindicatos, organizações, ONGs e grupos religiosos se encontrarão mais uma vez para confirmar que outro mundo é possível. O Fórum Social Mundial 2009 será realizado na cidade de Belém, Pará (Brasil/Pan-Amazônia) nas Universidades Federal do Pará (UFPA) e Federal Rural da Amazônia. (UFRA)

Mais de 4.000 organizações sociais e indígenas vindas de mais de 150 países se encontrarão de 27 de janeiro a 1 de fevereiro de 2009 em Belém, na Amazônia brasileira, para celebrar a nona edição do Fórum Social Mundial, com assembléias, seminários, oficinas, cerimonias e atividades culturais. Até o dia 9 de janeiro, mais de 80 mil pessoas já estavam inscritas para participar do FSM Amazônia.

O Fórum Social Mundial (FSM) é um espaço aberto, plural, horizontal e não governamental, nascido para estimular o debate descentralizado, a reflexão, a construção de propostas, a troca de experiencias e as alianças entre movimentos e organizações interessadas no desenvolvimento de ações concretas rumo a um mundo justo e democrático. Milhões de mulheres e homens, organizações, redes, movimentos e sindicatos de todo o mundo lutam cotidianamente com toda a riqueza de sua pluralidade e diversidade, apresentando suas alternativas e propostas contra o neoliberalismo, a guerra, o colonialismo, o racismo e o patriarcado.

Em Belém, estarão presentes movimentos e organizações vindas da Africa do Sul, Alemanha, Argentina, Bangladesh, Bélgica, Bolivia, Brasil, Burkina Faso, Canadá, Chile, China, Colômbia, Costa do Marfim, Cuba, Dinamarca, Egito, Equador, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Inglaterra, Filipinas, Finlândia, França, Japão, Jordânia, Guiana Francesa, Guiné, Haiti, Índia, Israel, Itália, Líbia, Mali, Marrocos, México, Nepal, Nicarágua, Nigéria, Noruega, Paquistão, Palestina, Paraguai, Peru, Quênia, República Democrática do Congo, República Dominicana, Rússia, Senegal, Suécia, Quiça, Tanzânia, Turquia, Uruguai, Venezuela, Zâmbia, Zimbábue e muitos outros...


Da Africa à Amazônia

As três primeiras edições do FSM, assim como a quinta, aconteceram em Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul, respectivamente em 2001, 2002, 2003 e 2005. Em 2004, o evento se deslocou, pela primeira vez, até a Índia, enquanto em 2006, sempre em expansão, foi descentralizado em três países de diferentes continentes: Mali (Africa), Paquistão (Asia) e Venezuela (América). Em 2007 voltou a acontecer de forma centralizada no Quênia (Africa). Em 2008, com o objetivo de aumentar a visibilidade deste processo, em vez de um evento em um local, decidiu-se pela celebração de um Dia de Ação de Mobilização Global, realizado em 26 de Janeiro em mais de 80 países, com cerca de 800 atividades e manifestações auto-gestionadas.

Agora é hora de voltar ao Brasil para colocar no centro do debate as respostas à crise global - econômica, financeira, ambiental e alimentar –, com particular atenção à perspectiva dos povos indígenas. O Conselho Internacional do FSM escolheu celebrar esta 9a edição do FSM na cidade de Belém, no coração da selva Amazônica, região que se estende por nove países do continente: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela, já que se trata muito mais do que um território: a Amazônia será ela mesma protagonista do acontecimento.


O Dia da Pan-Amazônia

O segundo dia do FSM, 28 de janeiro, será dedicado completamente aos 500 anos de resistência, conquistas e perspectivas das populações indígenas, afrodescendentes e populares. Durante o "Dia da Pan-Amazônia", organizado pelo 5o Fórum Social Pan-Amazônico, os movimentos e os povos da região irão falar ao mundo, estreitando laços e criando novas alianças a partir das metodologias de discussão usadas pelo Fórum Social Pan-Amazônico (assembléias, plenárias, caravanas viárias e fluviais). Esta decisão reflete a expressa intenção de devolver ao FSM 2009 um lugar em que os povos Pan-Amazônicos tenham sua visibilidade e voz.
Informações sobre o programa do Dia da Pan-Amazônia:
http://www.fsm2009amazonia.org.br/programacao/28-01-pan-amazonia


Participação Indígena

Em 2009 a mobilização indígena será a maior da história do Fórum Social Mundial. Belém será o destino de cerca de 3 mil índios e índias de todo o mundo, que irão debater sobre a sua realidade no mundo e pedir apoio de toda humanidade para lançar uma campanha em defesa do planeta.

Cerca de 27% do território amazônico, formado pelos nove países da Pan Amazônia, é ocupado por terras indígenas e 10% de toda a população da América Latina, o equivalente a 44 milhões de pessoas, é composta por 522 povos tradicionais de diferentes etnias. São crianças e adultos protagonistas de uma luta de resistência e que sofrem perdas irreversíveis provocadas pelo capitalismo neoliberal predatório, impulsionado pela expansão das atividades de empresas multinacionais - mineradoras, petrolíferas, hidrelétricas, madeireiras, sojeiras, entre outras - , sobre as reservas indígenas. Saiba Mais:
http://www.fsm2009amazonia.org.br/

Encontros Sem-Fronteiras

Os Encontros Sem Fronteiras surgiram a partir da 1ª edição do Fórum Social Pan-Amazônico, em 2002 (Belem/Pa), com o objetivo de garantir melhor participação política e promover convergências e alianças entre os movimentos sociais, redes e entidades da sociedade civil organizada, frente às dificuldades de acesso e comunicação entre os países da Pan-Amazônia. Em 2009, com a realização do Fórum Social Mundial na cidade de Belém, estado do Pará, na ocasião, representando todos os países da Pan-Amazônia, os Encontros Sem-Fronteira voltam a ser articulados, mas, desta vez, com uma missão ainda mais importante - garantir o protagonismo e participação massiva de representações dos povos, movimentos sociais, organizações e entidades representativas da sociedade civil e o diálogo e convergências de suas lutas com os demais movimentos e experiências de todo mundo.

Por meio destes encontros as caravanas fluviais e terrestres se organizam e se fortalecem garantindo a participação efetiva de representantes de toda a Pan-Amazônia no maior evento altermundista da atualidade. Centenas de pessoas vão se deslocar até Belém do Pará em grandes embarcações, onde acontecerão, em pleno rio amazônico e a caminho do FSM 2009, atividades de alguns encontros sem-fronteiras.

Cinco encontros Sem Fronteiras estão articulados: 1 - Encontro Sem Fronteiras do Alto Solimões (Brasil/Colombia e Peru)2 - Selva Central – (Brasil, Bolívia, Peru)3 – Do Amapá – (Suriname/Guiana Francesa/Brasil)4 – Grande Savana (Bolivia/Peru/Brasil)5 – Rio Madeira

Belém Expandida

As organizações de todo o mundo também poderão participar do FSM 2009 a partir da sua própria cidade, através de iniciativas descentralizadas e auto-gestionadas com conexões via internet, TV e radio. De Bogotá à Kinshasa, de Malmo à Palestina, de Paris à Faluja, mais de 100 atividades paralelas acontecerão nos dias do FSM em dezenas de países.

No México, na seguindo uma chamada nacional de mobilização, dois dias de atividades descentralizadas estão sendo organizadas na capital e em outras quatro grandes cidades. A Uniperiferia, de Pelotas (região Sul do Brasil), organizará um Fórum Online das periferias para reunir mais de 1000 pessoas em três dias de debates e atividades culturais, conectando grupos de todo o mundo. Na França e na Alemanha acontecerão fóruns locais para discutir os efeitos da crise financeira e as alternativas construídas dentro do processo do FSM.

Belém Expandida será um território virtual para garantir a conexão das iniciativas descentralizadas com o território Amazônico. A idéia é tornar possível a participação no Fórum de organizações e entidades que não possam estar presentes em Belém, promovendo assim a troca de experiencias, a construção de convergências e de alianças internacionais entre os participantes.

Os momentos de conexão acontecerão com o uso de instrumentos de internet, como chats de texto ou áudio, videoconferências e outras tecnologias de comunicação. Os participantes de Belém Expandida estão convidados a utilizar o site OpenFSM (
http://www.openfsm.net/) para buscar parceiros para suas atividades, localizar organizações similares em outros países e coordenar iniciativas, construindo convergências antes, durante e depois do FSM 2009. Sugerimos uma visita à pagina 'Club Belem Expanded' no site OpenFSM, através do endereço http://openfsm.net/projects/club-belemexpanded. A pagina reúne organizações que propõem atividades descentralizadas e que coordenam os momentos de interconexão.

Coletivas de Imprensa

No dia 15 de janeiro, coletivas de imprensa simultâneas acontecerão em várias partes do mundo para chamar a atenção dos meios de comunicação para o FSM e para as iniciativas organizadas pelas delegações de cada país. A equipe de comunicação do FSM está coordenando os esforços para a realização das diversas coletivas.

Os jornalistas e assessores de imprensa interessados em participar deste dia de informação e dos processos estão convidados a participar dos encontros virtuais da Comissão de Comunicação, que acontece todas as quartas-feiras via Skype, as 16h, horário de Brasília. Para participar do chat, envie sua identidade Skype para Monica De Sisto
monica.disisto@faircoop.it ou para Thiago Benicchio, do Escritório do FSM em São Paulo: thiago.wsf@gmail.com. Você também pode participar das seguintes listas de discussão por email: - http://openfsm.net/projects/wsfcomrespondents/lists/wsfcomrespondents-discussionLista da Comissão de Comunicação do FSM, da qual participam todos os grupos de trabalho:- http://openfsm.net/projects/communication-commission/lists/communication-commission-discussion O site http://www.fsm2009amazonia.org.br/ está online e, será o principal instrumento de comunicação encontrar informações sobre o FSM 2009. Jornalistas de dezenas de países dos 5 continentes estão aguardando o FSM 2009. O credenciamento de imprensa deve ser efetuado até o dia 17 de janeiro através do endereço http://inscricoes.fsm2009amazonia.org.br/Para entrar em contato com a equipe de Comunicação do FSM 2009, escreva para: Geral: comunicacao@fsm2009amazonia.org.br Equipe de Comunicação Internacional: Monica Di Sisto - monica.disisto@faircoop.it

Mídia Alternativa

O FSM 2009 será, como sempre, um espaço de coordenação das atividades dos meios de comunicação alternativos.

A CIRANDA é um espaço de intercâmbio de comunicações, através do qual comunicadores poderão produzir, enviar e receber materiais e noticias sobre o FSM. Inscreva-se e contribua com este espaço aberto:
http://www.ciranda.net/ .

A WSF-TV é um espaço aberto para a publicação de vídeos relativos ao FSM, desenvolvidos com base no respeito aos princípios do FSM e licenciados via Creative Commons:
http://www.wsftv.net/
O FORUM DE RÁDIOS mobilizará, como sempre, emissoras e redes de rádio para garantir a comunicação entre as pessoas e os movimentos durante o FSM: openfsm.net/projects/fsm2009radio/summary

O site Open FSM é uma ferramenta para coordenar as mobilizações. Será usado para preparar ações e iniciativas, difundir detalhes dos vários momentos de mobilização e os pontos de encontro para as organizações e atividades em todo o mundo:
http://www.openfsm.net/

COMUNICAR PARA MOBILIZAR, MOBILIZAR PARA COMUNICAR

O Acampamento da Juventude

O Acampamento da Juventude será instalado no campus da UFRA, a Universidade Federal Rural do Amazonas. O acampamento dispõe de banheiros, chuveiros, áreas para atividades auto-gestionadas, um ambulatório médico, um centro de informação e serviço de segurança. Nos espaços da UFRA também acontecerão algumas das atividades do Dia Pan-Amazônico em 28 de janeiro.

Mais informações:
http://acampamentodajuventude.wordpress.com/ E-mail: acampamento@fsm2009amazonia.org.br Para outras informações sobre o FSM 2009: http://www.fsm2009amazonia.org.br/

Fóruns paralelos ao FSM 2009

Desde a primeira edição do FSM em 2001, nas mesmas datas que este ou em datas próximas, acontecem de forma paralela fóruns temáticos, que compartilham com o FSM a idéia de que construir um outro mundo é possível. Tais acontecimentos, além disso, tem dinâmicas, organizações e metodologias autônomas em relação ao FSM 2009. Para 2009, em Belém, vários desses encontros já estão previstos. Conheça um pouco sobre cada evento.

III Fórum Mundial de Teologia e Libertação

De 21 a 25 de janeiro de 2009 acontecerá em Belém, o III Fórum Mundial de Teologia e Libertação. Na programação, a cada dia um continente fará celebrações religiosas seguidas de conferencias, debates e oficinas, abordando diversos temas como: água, terra e teologia, raça, etnia, gênero, economia solidária.

A primeira e a segunda edição do Fórum Mundial de Teologia e Libertação aconteceram em Porto Alegre, Brasil e Nairóbi, Quênia.

O evento tem o objetivo da formação de uma rede internacional de teologias contextuais herdeiras e/ou identificadas com a Teologia da Libertação, proporcionar um espaço aberto de encontro para uma interação vívida e refletida da teologia com a sociedade contemporânea.Informações:
http://www.wftl.org/

V Fórum Mundial de Juízes

O V Fórum Mundial de Juízes acontecerá em Belém, de 23 a 25 de janeiro de 2009, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. O evento traz como tema central "Judiciário, Meio Ambiente e Direitos Humanos", e tem o objetivo de promover a união dos países por um judiciário democrático e preocupado com a inclusão social.O Fórum Mundial de Juízes acontece desde 2002 e teve três de suas edições em Porto Alegre e uma em Buenos Aires (2004). Tem sido prestigiado por nomes de destaque do cenário jurídico mundial.

Mais informações:
http://www.forumjuizes.org/

Pré-Forum Fé na AmazôniaDe 24 a 27 de janeiro. Local: Centro Cultural de Formação Cristã, BR 316, KM 6, Ananindeua – PA. Informações:
secpreforum@gmail.com

III Fórum Social Mundial da SaúdeO III Fórum Social Mundial da Saúde acontece de 25 a 27 de janeiro de 2009, na UEPA em Belém do Pará. Este evento se constituiu em um espaço de intercambio de conhecimentos e práticas em torno a luta social pelo direito universal, integral e igualitário a saúde.O FMS se constituiu a partir da organização de um espaço de discussões em saúde dentro do Fórum Social Mundial. Ganhou expressão um evento paralelo ao FSM em 2005 em Porto Alegre e em 2007 em Nairóbi.Informações:
fsms@fsms.org.br, armandodenegri@yahoo.com, fsms@fsms.org.br

Fórum de Ciência e DemocraciaO Fórum de Ciência e Democracia é uma iniciativa criada por ONGs, Organizações da Sociedade Civil (OSC), sindicatos e representantes da comunidade científica mundial. O fórum está sendo criado como um espaço com o objetivo de estender os princípios democráticos para os campos da ciência e da tecnologia, e para apoiar novas iniciativas e novas formas de parcerias entre os movimentos sociais, dos cidadãos, e o mundo da pesquisa científica e tecnológica.

O Fórum de Ciência e Democracia é um espaço aberto para um diversificado grupo de interessados em realizar reuniões sobre ciência e democratização da tecnologia de forma não governamental e não partidária. Estes reuniões descentralizadas vão estimular o compartilhamento de experiências e a articulação entre as organizações e movimentos engajados em ações concretas objetivando construir um outro mundo, um mundo que respeite a democracia e a justiça em prol da constante modificação do cenário científico e tecnológico, tanto no âmbito local quanto global.Informações:
http://fsm-sciences.org/

VI Fórum Mundial de Educação - O Fórum Mundial de Educação (FME) será realizado em Belém, nos dias 26 e 27 de janeiro e visa possibilitar a construção de redes que incorporam pessoas, organizações e movimentos sociais e culturais locais, regionais, nacionais e mundiais para confirmar a educação pública para todos e todas como direito social inalienável, garantida e financiada pelo Estado, nunca reduzida à condição de mercadoria e serviço, na perspectiva de uma sociedade solidária, radicalmente democrática, igualitária e justa. O local do evento ainda está em aberto. Informações:
http://www.forummundialeducacao.org/

Fórum Mundial de Mídia Livre - O I Fórum Mundial de Mídia Livre acontece em Belém, no Hangar-Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, nos dias 26 e 27 de janeiro de 2009.
Midialivristas de todo planeta se reúnem para somar forças e discutir a criação de novas formas de comunicação.

As conclusões do FMML terão importante incidência política nas deliberações do Fórum Social Mundial, que acontece nessa mesma cidade, a partir do dia 27 de janeiro de 2009
Fórum Parlamentar Mundial

O VI Fórum Parlamentar Mundial (FPM) está previsto para ocorrer nos dias 28 e 30 de janeiro de 2009 na capital paraense, com as temáticas: Presente e futuro da Amazônia (projetos de desenvolvimento, integração regional, comunicação, paz e política de segurança, mudanças climáticas e biodiversidade, populações tradicionais); Processo de integração regional, institucionalidade democrática da integração, parlamentos regionais; Migrações.

O Fórum foi realizado pela primeira vez na cidade Porto Alegre, com a presença de parlamentares de diferentes partidos de todos os continentes, identificados com o processo do FSM. Os eventos seguintes, em Porto Alegre (2002 e 2003), Mumbai (2004) e Porto Alegre (2005), foram um importante espaço de discussão de uma agenda social para o mundo atual.Contatos e mais informações:
secretaria@forosaopaulo.org.br

Fórum de Autoridades Locais (FAL) e Fórum de Autoridades Locais da Amazônia (FALA)A I Assembléia do Fórum de Autoridades Locais da Amazônia (FALA) e a VIII Assembléia do Fórum de Autoridades Locais (FAL), ocorrem em Belém, nos dias 30 e 31 de janeiro de 2009.
Os eventos serão realizados no Hangar-Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, paralelamente à programação do Fórum Social Mundial (FSM), em Belém do Pará e é promovido pelo Governo do Estado do Pará, por meio da Coordenadoria de Cooperação Internacional, e pelo Grupo Promotor da Red FAL.

Desde 2001, quando foi realizada a primeira edição do Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, é realizado o Fórum de Autoridades Locais, espaço de articulação entre representantes de governos de todo o mundo com os movimentos sociais.

O FALA pretende ser uma ferramenta para a integração, reunindo governantes amazônicos em busca de soluções aos problemas de pobreza e destruição dos recursos naturais da região.Mais informações:
http://www.falfala.org/ http://www.redfal.org/

Nenhum comentário: