DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

15 de out de 2008

Mulheres da Via Campesina fazem ato contra fome em MT

Mulheres da Via Campesina fazem amanhã, dia 16, um ato em Campo Verde (131 quilômetros de Cuiabá), para marcar o Dia Internacional de Soberania Alimentar. A cidade foi escolhida para o ato, porque exibe um dos mais altos IDHs do país, às custas da produção de soja e algodão. Porém esse índice não reflete a pobreza que se forma na periferia da cidade e a fome que existe por lá. Durante marcha das trabalhadoras do campo, uma panfletagem dará conta de abrir os olhos da população para esse fato contraditório. Por que a cidade e o Estado com seu alardeado agronegócio não dão conta de aplacar a fome? Para a Via Campesina, braço feminino do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), isso ocorre porque produtos tirados de grandes lavouras são do tipo exportação. "Quem pensa em por comida, saudável, fresca e barata, na mesa do brasileiro é o pequeno agricultor, são os assentados", afirma Itelvina Masioli, da coordenação da Via, em Mato Grosso. Na periferia de Campo Verde, será feita entrega de cestas básicas, em sinal da solidariedade entre campo e cidade."Toda a água dos lençóis freáticos de Campo Verde já foram contaminadas por agrotóxicos conforme mostrou pesquisa da UFMT", informa Solange Serafim, também da coordenação da Via em MT.

Nenhum comentário: