DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

10 de jun de 2008

Governo e Sindjor assinam termo de concessão de uso de área


Fonte: Daniele Danchura
Assessoria de Imprensa SAD

Um terreno de 1.024,10 metros quadrados localizado próximo à Defensoria Pública, ao Ministério Público Estadual e à Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB/MT) no Centro Político Administrativo. Esta é a área na qual o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor/MT) poderá construir a sua primeira sede própria, após 26 anos de existência, completados no último dia 7 de junho.

O termo de concessão de uso durante 50 anos foi assinado na tarde desta terça-feira (10) pelo secretário de Estado de Administração Geraldo de Vitto Jr. e pela presidente do sindicato Ana Angélica de Araújo Werneck.

De Vitto lembrou que a área é bem situada e que poderá ser bem aproveitada pelo Sindicato dos Jornalistas. “A obra poderá ser feita em partes, sendo construído primeiro um salão e uma sala de apoio, e com a utilização deste para eventos arrecada-se verba para construir o restante”, opinou o secretário.

A presidente do Sindjor/MT, Keka Werneck, agradeceu ao secretário Geraldo de Vitto pela atenção e disposição em doar terreno. “Sabemos que é o Governo quem está doando, mas sabemos também que é preciso ter o desejo de realizar o ato, por isso queremos aproveitar para agradecer”.

Keka lembrou que a construção de uma sede própria para o sindicato é um marco, pois enquanto houver patrões e empregados, a luta dos trabalhadores sempre existirá e por isso é importante ter um local para articulação da classe, assim como para a realização de eventos, reuniões e futuramente prestar serviços para a categoria. “Já começamos a pensar em obras. Ganhamos o projeto arquitetônico da obra e o construiremos de forma a respeitar e aproveitar o meio ambiente”, explicou.

Para a secretária geral do Sindjor, Márcia Raquel, a assinatura do termo é uma referência na história do sindicato. “Durante todo esse tempo de existência, o sindicato nunca teve sede própria e agora, conseguir uma área veio consolidar toda uma luta e com uma referência, que será a construção da sede, onde futuramente queremos colocar até mesmo uma sala de imprensa, um ponto de apoio aos jornalistas que circulam pelo Centro Político Administrativo, tanto os daqui do Estado como os de fora”, completou.

Atualmente, existem aproximadamente mil jornalistas em Mato Grosso, sendo que apenas a metade é sindicalizada.

Participaram também do ato de assinatura a secretária geral do Sindjor/MT Márcia Raquel e a fotógrafa Mary Juruna.

2 comentários:

Rose Domingues disse...

Nossa, mto bacana poder estar numa sede própria...Parabéns para a atual diretoria que vem se mostrando bastante esforçada e guerreira. Sem desmerecer as demais lideranças. Cada uma viveu um momento e teve sua importância, talvez o que falte realmente seja engajamento da categoria para que o trabalho caminhe mais rápido.

Martha disse...

Também quero parabenizar a atual diretoria do Sindjor. Ter uma sede própria é uma vitória e tanto.