DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

15 de jan de 2008

Presidente do TJMT lamenta incidente envolvendo detenção de jornalistas

*Assessoria TJ/MT

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Inácio Dias Lessa, disse hoje que lamenta o incidente envolvendo a detenção dos jornalistas cinematográficos Marcos Alves e Belmiro Dias, e do repórter fotógrafo Otmar Oliveira, ocorrido na última sexta-feira, dia 11/01, no Fórum da Comarca de Cuiabá. Nessa data, o presidente estava fora de Cuiabá, cumprindo agenda de trabalho.

Conforme o desembargador, o fato deve ser visto como um lamentável incidente, e que não reflete os objetivos da atual gestão do Poder Judiciário, que não tem medido esforços para dar concretude aos projetos voltados para assegurar mais acessibilidade, efetividade e transparência à administração e aos atos emanados dos órgãos judiciais.

"Estamos trabalhando intensamente pela construção de uma Justiça mais acessível, efetiva e transparente e a imprensa tem papel fundamental nesse processo", enfatizou o presidente, ressaltando o empenho da sua gestão em buscar maior aproximação entre Poder Judiciário e sociedade, proporcionar garantias para o exercício da cidadania e adotar medidas que contribuem para o fortalecimento e consolidação do Poder Judiciário na sua missão constitucional de esteio do Estado republicano.

Para ilustrar a manifestação, o presidente do TJMT lembrou ainda algumas conquistas e iniciativas recentes que confirmam os esforços dispendidos nessa direção como a instalação da Ouvidoria, da Central de Precatórios, implantação do Diário de Justiça Eletrônico, e do Juizado Digital, que elevaram o Judiciário mato-grossense à condição de vanguardista em medidas em prol da maturidade civil e da modernização administrativa.

Nenhum comentário: