DESTAQUE

NOVO PISO: Jornalistas e patrões firmam acordo coletivo de 2017

Da assessoria Após seis rodadas de negociação, mediadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso, o Sindic...

28 de nov de 2007

Jornalistas e acadêmicos protestam em Sinop

Manifestação pacífica mostra mobilização da categoria contra agressões feitas por vereador

Membros da Comissão Diretora do Sindicato dos Jornalistas do Mato Grosso (SINDJOR/MT) em Sinop e os acadêmicos de Jornalismo da Facenop – Faculdade Cenecista de Sinop participaram da sessão ordinária da Câmara de Vereadores que aconteceu na noite de ontem ( 26.11).

A ação, organizada por Sinop e apoiada pela presidência geral do SINDJOR/MT, Keka Werneck, aconteceu em protesto à reprovação do projeto de Lei Projeto Lei 032/2007 do Executivo Municipal que pedia a criação de 17 cargos efetivos, entre eles, o de jornalista (com duas vagas para contratação através de concurso público).

Na última sessão, do dia 21 de novembro, alguns vereadores que votaram contra o projeto acabaram por denegrir a categoria ao afirmar que jornalistas não são essenciais e nem ao menos necessários para a Administração Pública e ainda colocar em cheque a competência e responsabilidade daqueles que hoje atuam como assessores de imprensa junto à Prefeitura de Sinop.

Os profissionais da comunicação mostraram sua indignação em um protesto pacífico que reuniu mais de 25 profissionais, com faixas de repúdio. "Somos sempre a favor da criação de empregos para os jornalistas e foi isso que viemos mostrar. É importante que os vereadores entendam que o jornalista concursado é muito melhor para instituição porque ele é mais comprometido com a Prefeitura, afinal a instituição fica e os prefeitos passam, assim como o concursado fica e os comissionados passam", explicou a presidente da Comissão Diretora do SINDJOR/MT em Sinop, Daniela Melhorança.

O caso acabou tomando proporções maiores com a denúncia do presidente do DCE da Facenop, acadêmico de jornalismo e repórter, Marco Aurélio Stamm Júnior, contra o Vereador Valdemar Junior.

De acordo com Marco, no último final de semana, em um restaurante da cidade, o vereador fez ameaças, xingou os jornalistas de "vagabundos" e "burros" e, após uma discussão, o parlamentar acabou por jogar cerveja no acadêmico. Além do registro de Boletim de Ocorrência, Marco Aurélio oficiou a presidência do Parlamento por quebra de decoro do referido vereador.

Em sua defesa, Valdemar disse em tribuna que o repórter havia sentado em sua mesa sem ser convidado, além de ter entrado no mérito da votação do projeto. Ainda de acordo com o vereador, que também atua como repórter em uma emissora de televisão local, ele tem 10 anos de experiência na imprensa e que não deixará de ser ele mesmo, em qualquer lugar que esteja.

A corregedora da Câmara, vereadora Zuleica Mendes informou que irá analisar a denúncia formalizada pelo acadêmico e que após a conclusão dos trabalhos da Corregedoria, se pronunciará oficialmente sobre o assunto. A parlamentar também se declarou apoiadora da formação acadêmica do profissional da Comunicação.

Durante o grande expediente os vereadores que fizeram uso da tribuna voltaram a falar sobre o projeto reprovado. Os vereadores que votaram favoravelmente (Jorge Muller, Roberto Trevisan (Betão), Antônio Joliveira (Porcão), Gilson de Oliveira e Sineia Abreu) reafirmaram seu apoio ao projeto e aos Jornalistas. Já alguns dos vereadores que foram contrários afirmaram que votaram contra o projeto e não contra os jornalistas.

Após o encerramento da Sessão, o Vereador Valdemar Junior declarou à presidente da Comissão Diretora do SINDJOR/MT em Sinop, Daniela Melhorança, que caso o prefeito da Cidade, Nilson Leitão, encaminhe projeto individual para criação do cargo de jornalista, ele acredita que todos os 10 vereadores votarão favorável a aprovação da matéria.

Um comentário:

D Entertainment disse...

dongtam
mu moi ra hom nay
tim phong tro
http://nhatroso.com/
nhạc sàn
tổng đài tư vấn luật
văn phòng luật hà nội
tổng đài tư vấn luật
thành lập công ty trọn gói
http://we-cooking.com/
chém gió
trung tâm tiếng anh
Nhạc Thành ngưng tụ Phần Tiên Liệt Diễm cầu và Nhạc Chí Thu ngưng tụ Hám Thiên chưởng va chạm vào nhau, một tiếng nổ kinh thiên vang lên, ngay lập tức một biển lửa xuất hiện trước chưởng ấn.

Đột nhiên biển lửa cuồn cuộn dây dưa với Hám Thiên chưởng, một mảng sương mù tràn ngập, Phần Tiên Liệt Diễm cầu do Vô Thượng Chân hỏa ngưng tụ, dưới sự đốt cháy của Vô Thượng Chân Hỏa, Hám Thiên chưởng đột nhiên toát ra một màn sương mù.

Sắc mặt của Nhạc Chí Thu biến đổi, hắn cảm nhận thấy biển lửa ngập trời, hố sâu vượt ra khỏi tưởng tượng của hắn.

Nhưng mà chưởng ấn ngập trời bị biển lửa đốt cháy, hung hăng chụp về phía Nhạc Thành.

- Thân thể Kim long.

Nhạc Thành cũng biết rõ sau khi bố trí Kim Long thân thể, thực lực của cửu tinh Đấu Tôn cho dù cao hơn Nhạc Thành cũng không thể dễ dàng làm gì được hắn.

Quanh thân của Nhạc Thành đột nhiên hiện ra kim mang chói mắt, cùng lúc đó có thể nhìn thấy trên cổ của Nhạc Thành có một lân phiến màu vàng hơi mỏng, lân phiến này rậm rạp chằng chịt, phân bố vô cùng đều, giống như là có quy tắc