18 de ago de 2016

Rede Juruena recebe inscrições para concurso de reportagem até 01/09




Com o tema “hidrelétricas e direitos humanos”, o concurso terá premiação em dinheiro. As inscrições vão até o dia 1º de setembro de 2016.






Por Carla Ninos/OPAN

O I Concurso de Reportagem da Rede Juruena Vivo vai premiar as melhores matérias de telejornalismo, jornalismo online e jornalismo impresso sobre o tema: “Hidrelétricas e direitos humanos” com foco nas bacias do Juruena e Teles Pires. Jornalistas, com atuação no estado de Mato Grosso, estarão aptos a concorrer com reportagens veiculadas no período de 1º de janeiro a 1º de setembro de 2016.

O objetivo do concurso é incentivar uma abordagem mais crítica sobre as consequências socioambientais da instalação de empreendimentos hidrelétricos nas bacias do Juruena e Teles Pires, formadoras do Tapajós, além de ampliar os olhares sobre a importância da integridade dessas regiões na garantia de um desenvolvimento verdadeiramente sustentável. 

Os três primeiros colocados de cada categoria receberão premiações em dinheiro, com os seguintes valores: primeiro lugar receberá o valor de R$ 2.500 (dois mil e quinhentos reais), o segundo lugar receberá o valor de R$ 1.000 (mil reais) e o terceiro lugar receberá o valor de R$ 500 (quinhentos reais).

A Rede Juruena Vivo é formada por organizações da sociedade civil, agricultores familiares, indígenas, estudantes, acadêmicos, coletivos (associações comunitárias e fóruns de mobilização social), servidores públicos e empresas que desejam colaborar com as iniciativas de fomento ao desenvolvimento sustentável, potencializar a produção de notícias de qualidade sobre direitos humanos e dar visibilidade à importância da integridade das bacias dos rios Juruena e Teles Pires.

O concurso de reportagem é uma realização da Rede Juruena Vivo em parceria com Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT), Operação Amazônia Nativa (OPAN), Instituto Centro de Vida (ICV), Grupo Aacuarela, Associação dos Moradores e Veranistas de Fontanillas, International Rivers, Misereor e Embaixada da Noruega.

Para mais informações sobre o concurso e seu regulamento acesse o site da Rede Juruena Vivo.

Serviço:
Concurso de Reportagem da Rede Juruena Vivo
Inscrições: 1º de maio a 1º de setembro de 2016
Endereço: Avenida Ipiranga, 97, bairro Goiabeira
Contato: (65) 3322-2980



















Goiânia sedia 37º Congresso Nacional dos Jornalistas e tem como tema central a ética

    “Jornalismo ético: a sociedade quer e precisa”. O tema, mais que oportuno, irá abrir as discussões do 37º Congresso Nacional dos Jornalistas e permeará painéis, oficinas e grupos de trabalho. O congresso acontece de 25 a 27 de agosto, no Augustus Hotel, em Goiânia, e terá, além das atividades programadas, homenagens à ex-presidentes da FENAJ em comemoração dos 70 anos da entidade. Também durante o 37º Congresso Nacional dos Jornalistas acontecerá a posse da diretoria eleita da FENAJ para o biênio 2016/2018.
    A Comenda de Honra da Federação Nacional dos Jornalistas será entregue para os ex-presidentes que lideraram a entidade a partir da instituição das eleições diretas para a diretoria. E será, também, um momento de reafirmação da defesa da democracia.
   O jornalista, colunista e membro do conselho editorial do jornal Folha de São Paulo, Jânio de Freitas, abre as discussões com o tema central “Jornalismo ético: a sociedade quer e precisa” durante a conferência magna no dia 25 de Agosto, às 20h45.

Inscrições

   As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site www.37congressonacional.com.br. O custo é de R$ 190,00 para profissionais observadores e R$ 95,00 para estudantes de graduação, que têm direito a voz, mas não ao voto nas plenárias deliberativas. Estes valores incluem, além da participação nos painéis, debates e oficinas, direito à alimentação. O Augustus Hotel fica na Avenida Araguaia, Centro, Goiânia.
   Os delegados, profissionais eleitos nos sindicatos nos congressos estaduais ou em assembleias, têm direito a voz e voto. As inscrições dos delegados custam R$ 380,00 e devem ser feitas pelos sindicatos até o dia 15 de Agosto. O valor inclui alimentação e hospedagem no Augustus Hotel onde acontece o evento.

Programação

    Tendo como tema central “Jornalismo ético: a sociedade quer e precisa”, o 37º Congresso Nacional dos Jornalistas irá debater, durante os painéis e oficinas, outros assuntos importantes para a categoria, como Rádio Pública, Conselho Federal dos Jornalistas (CFJ), a formação e a conduta profissional. A programação inclui a posse da nova diretoria da Fenaj, que será realizada na noite do dia 27, em solenidade festiva para todos os participantes.
    A tarde de quinta-feira, dia 25, será destinada às oficinas: “Uso das redes sociais no Jornalismo esportivo” com Jéssica Gonçalves Pereira, jornalista freelancer em Goiânia e mestre em jornalismo pela UFSC;“Programação de Rádio Pública”, com a jornalista, professora da Universidade Federal de Santa Catarina, coordenadora do GP Rádio e Mídia Sonora da Intercom e diretora da FENAJ, Valci Zuculoto; “Documentário jornalístico” com o jornalista, documentarista e repórter da TV Anhanguera, Márcio Venício; e “Infográficos” com o editor de Arte do jornal O Popular, André Rodrigues.

Painéis

   Os painéis começam na sexta-feira, dia 26, às 9 h com o tema “Jornalismo: conhecimento da realidade para a ação cidadã”. A discussão será comandada pelo professor da Universidade Federal do Mato Grosso, jornalista Edson Spenthof, pelo repórter da Gazeta do Povo, de Curitiba, jornalista Chico Marés, e o professor aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade Federal de Santa Catarina, Nilson Lage, também autor de vários livros sobre jornalismo.
Veja a programação dos demais painéis:

26/08 - 11 h – “Ética no Jornalismo: compromisso dos jornalistas e direito da sociedade. O CFJ como caminho para o exercício ético da profissão”, com o presidente da Comissão Nacional de Ética da Fenaj, Sérgio Murillo, e o professor da Universidade Católica de Pernambuco, Juliano Domingues.

26/08 – 14 h -  “A formação do jornalista e sua importância para a conduta ética na profissão”, com o professor da Universidade Federal de Santa Catarina, Eduardo Meditsch; a professora da Universidade Federal de Uberlândia (MG) e presidente do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ), Mirna Tonus; e a professora da Universidade  de Brasília, Carmem Pereira.

27/08 – 9 h – “Comunicação democrática, plural e ética: a exigência de um novo marco regulatório e o papel do sistema público”, com o presidente da FENAJ e da Federação de Jornalistas da América Latina e do Caribe (Fepalc), Celso Schröder; a presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rita Freire; e a coordenadora-geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), Renata Mielli.

Plenárias Deliberativas

  Apenas os delegados têm direito a voto nas plenárias deliberativas, mas observadores e estudantes têm voz e podem participar expondo suas opiniões. Na quinta-feira, dia 25, às 17 horas acontece a aprovação do Regimento Interno do 37º Congresso Nacional dos Jornalistas. No dia 26, sexta-feira, a partir das 16 horas e no sábado, dia 27, a partir das 11 horas, serão discutidas e aprovadas as teses e moções do 37º Congresso Nacional dos Jornalistas.

Fonte: Fenaj

11 de ago de 2016

SINDJOR/MT convoca categoria para duas assembleias importantes nessa sexta-feira, 12/08



O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso convoca toda a categoria para duas assembleias importantes que serão realizadas nessa sexta-feira, 12/08. A primeira, convocada para às 19h, tem como ponto de pauta a apresentação e aprovação do calendário eleitoral para eleição da diretoria do Sindjor/MT, biênio 2017-2018; a segunda, com início previsto para às 20h, elegerá os delegados que representarão o Sindicato no 37º Congresso dos Jornalistas.

A categoria inicia, com a primeira assembleia na sexta-feira, o processo eleitoral para escolha da nova diretoria. A comissão eleitoral, eleita no final do ano passado, deverá retomar as atividades e apresentar o calendário. São necessários 11 jornalistas, sindicalizados há pelo menos um ano, para formar a diretoria colegiada que, eleita, administrará a entidade durante o biênio 2017-2018. 

No momento, uma Junta Administrativa está à frente do sindicato, cumprindo uma prerrogativa estatutária para os casos em que não há chapa inscrita para concorrer à diretoria, como aconteceu em 2015. O grupo encerrará a gestão em dezembro de 2016, completando um ano, tempo máximo permitido pelo Estatuto do Sindjor/MT.

A assembleia geral seguinte elegerá os delegados para o 37º Congresso da categoria, que será realizado em Goiânia, entre 25 e 27/08. Pelo número de sindicalizados, o Sindjor tem direito a enviar quatro delegados, que deverão se inscrever impreterivelmente até a próxima segunda-feira, 15/08.

Qualquer jornalista interessado em participar do Congresso poderá fazer a inscrição como observador, passando ou não por assembleia geral. Para isso, será necessário, tal qual o delegado, realizar a inscrição até o dia 15/08 e pagar a inscrição no valor de R$ 190,00. Para delegados, que obrigatoriamente são eleitos em assembleia ou congresso estadual, o valor da inscrição é de R$ 380,00.

Diante da difícil conjuntura nacional, é imprescindível que a categoria retome o fôlego e se mobilize fortemente em defesa dos direitos trabalhistas que estão sendo sistematicamente retirados. 





3 de ago de 2016

Nota de Repúdio





O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor/MT) vem a público manifestar repúdio às agressões, por parte de policiais militares, aos jornalistas Rogério Florentino Pereira e Marcus Mesquita, repórteres-fotográficos do Olhar Direto e Mídia News, respectivamente. As ações de violência estão relacionadas ao exercício da profissão, durante a cobertura do assassinato de um policial no bairro CPA III, capital do estado.

Manifestamos nossa solidariedade aos colegas, que, infelizmente, são mais duas vítimas de desrespeito ao trabalhador.

Exigimos que a Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp/MT) apure os fatos e divulgue o resultado das investigações, preferencialmente em entrevista coletiva.

O Sindjor solicita, ainda, que o governador Pedro Taques proporcione à Sesp/MT cursos de aprimoramento às polícias Militar e Judiciária Civil, para que o trato com os profissionais da Imprensa, bem como todos os cidadãos de Mato Grosso, seja sempre de respeito e cuidado. Esse é o papel do Estado.

Cuiabá, 03 de agosto de 2016.

Junta Administrativa

21 de jul de 2016

Eleição da Fenaj em Cuiabá é hoje, do meio-dia às 20h, no Sindjor-MT



É hoje, em Cuiabá, a eleição da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) para a escolha da Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e Comissão Nacional de Ética da entidade para o mandato 2016/2019. A votação começa ao meio-dia e vai até às 20h, na sede do Sindicato os Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor/MT).  No pleito anterior, o Sindjor/MT não participou da eleição. A decisão de participar desta eleição foi aprovada em reunião pela Junta Administrativa do sindicato. A eleição da Fenaj acontece em todo o Brasil desde o dia 19. No Estado ela será realizada apenas nesta quinta-feira (21)


Pode votar todo jornalista que tenha se associado ao Sindjor-MT até a data 19 de abril de 2016 e esteja com as mensalidades em dia com a entidade. Seguindo uma determinação do Regimento Eleitoral, o Sindjor-MT encaminhou à Comissão Eleitoral Nacional (CEN) a lista contendo o nome dos associados aptos a participarem da eleição e que estavam com contribuições em dia até 8 de julho. Quem estiver com a mensalidade atrasada e pagar/renegociar seus débitos, também participará do pleito, com o nome em uma lista separada.

Para votar basta apresentar documento de identificação (Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade, Carteira de Identidade de Jornalista expedida pela Fenaj, ou Carteira Nacional de Habilitação).  Quem estive em viagem, fora de sua base sindical, poderá votar em trânsito, desde que comprove sua situação regular.

Duas chapas estão na disputa. A chapa 1  “Sou Fenaj – Em Defesa da Democracia, do Jornalismo e dos Jornalista” encabeçada pela jornalista Maria José Braga (GO), enquanto a chapa 2 “Hora de Reagir: Renovar a Fenaj em Defesa dos Jornalistas” tem à frente o jornalista Jonas Chagas Lúcio Valente (DF).  

Na disputa pela Comissão Nacional de Ética (CNE) estão inscritos oito candidatos: cinco da chapa 1 e três da chapa 2. A eleição da CNE é nominal e cada eleitor pode votar em até cinco candidatos.

A chapa 2 tem como integrante do Departamento de Cultura e Eventos da Fenaj, a jornalista Luana Souza Soutos, ex-diretora do Sindjor-MT na gestão da jornalista Keka Werneck.

Os trabalhos de organização da eleição da Fenaj em Mato Grosso são feitas pelos jornalistas Jonas Silva, Márcio Camilo e Everaldo Galdino, integrantes da Comissão Eleitoral Local.

Confira abaixo os integrantes das duas chapas:

Chapa 1

“Sou Fenaj – Em Defesa da Democracia, do Jornalismo e dos Jornalistas”

EXECUTIVA
Presidente: Maria José Braga (GO)
Vice-Presidente: José Augusto de Oliveira Camargo (SP)
Segunda Vice-Presidência: Valdice Gomes da Silva (AL)
Secretária-Geral: Elisabeth Villela da Costa (RJ)
Primeira Secretária: Valci Regina Mousquer Zuculoto (SC)
Tesoureira: Suzana Tatagiba Fundão (ES)
Segunda Tesoureira: Samira de Castro Cunha (CE)
Primeiro Suplente: Antônio Paulo da Silva Santos (AM)
Segundo Suplente: José Carlos Oliveira Torves (RS)

VICES PRESIDÊNCIAS REGIONAIS
Vice Centro-Oeste: Luiz Antônio Spada (GO)
Vice Sul: Carina Paccola (PR/LD)
Vice Sudeste: Márcia Regina Quintanilha (SP)
Vice Nordeste 1: Breno Perruci de Paiva (RN)
Vice Nordeste 2: Osnaldo Moraes Silva (PE)
Vice Norte 1: Wilson Carlos Braga Reis (AM)
Vice Norte 2: Antônio Veras Júnior (TO)

DEPARTAMENTOS
– Educação e Aperfeiçoamento Profissional: Isabel Cristina Clavelin da Rosa (RS), Marjorie da Silva Moura (BA) e Francisco Rafael Mesquita Jerônimo (CE);
– Relações Institucionais: Celso Augusto Schröder (RS), Sueli Checon de Freitas (ES) e Sérgio Murillo de Andrade (SC);
– Mobilização, Negociação Salarial e Direito Autoral: Aderbal João da Rosa Filho (SC), Déborah Christina Marques Ferreira Lima (CE) e Enize Vidigal Carvalho (PA);
– Cultura e Eventos: Clélia Cardim (SP), Maria Nelly Carlos Maia (RN) e Regina Maria Ferreira de Oliveira (BA);
– Mobilização em Assessoria de Imprensa: Francisco Carlos Albuquerque do Nascimento (PE), Luís Carlos Luciano (MS/Dourados) e Marília Eloá Poletti Dutra (ES);
– Relações Internacionais: Ayoub Hanna Ayoub (PR/Londrina), José Maria Rodrigues Nunes (RS) e Paulo Leite Moraes Zocchi (SP);
– Mobilização dos Jornalistas de Produção e Imagem: Alberi Francisco de Pontes (PB), Evilázio Moreira Bezerra Filho (CE) e Lidyane Ponciano Ferreira (MG);
– Segurança, Saúde e Previdência: Land Seixas de Carvalho (PB), Luiz Carlos de Oliveira Silva (PI) e Vitor Celso Ribeiro da Silva (SP).

CONSELHO FISCAL: Flávio Miguel de Oliveira Peixoto (AL), José Gilvan da Costa (RR) e Lúcia de Fátima Figueiredo (PB).

CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA: Aloísio Morais Martins (MG), Antônio Pinheiro Sales (GO), Audálio Ferreira Dantas (SP), Carmen Lúcia Ribeiro Pereira (RJ) e Vera Daisy Barcellos Costa (RS).


Chapa 2
“Hora de Reagir: Renovar a Fenaj em Defesa dos Jornalistas”

EXECUTIVA:
Presidente: Jonas Chagas Lúcio Valente (DF)
Primeiro Vice-Presidente: Alessandra Cézar Mello (MG)
Segundo Vice-Presidente: Paulo de Sousa (SE)
Secretaria Geral: Paula Máiran de Brito Machado (RJ)
Primeiro Secretário: Gustavo Henrique Vidal (PR)
Primeira Tesoureira: Beatriz Costa Barbosa (SP)
Segundo Tesoureiro: Luis Salvador Machado Tadeo (RS)
Primeiro Suplente: Elias Santos Serejo (PA)
Segunda Suplente: Anna Paula de Andrade Vasconcelos (RN)

VICES PRESIDÊNCIAS REGIONAIS
Vice Regional Centro-Oeste: Leonor Soares Costa (DF)
Vice Regional Sul: Pedro Henrique Carrano Pereira (PR)
Vice Regional Sudeste: Nelson Shih Yien Lin (SP)
Vice Regional Nordeste I: Rudson Pinheiro Soares (RN)
Vice Regional Nordeste II: Marcos André Rodrigues de Aguiar (AL)
Vice Regional Norte I: Freud Antunes (AC)
Vice Regional Norte II: Max André Correa Costa (PA)

DEPARTAMENTOS
– Educação e Aperfeiçoamento Profissional: Haroldo Ferreira Lima (ES), Álvaro Miguel de Britto Saraiva (ERJ) e Leandro José Taques (PR);
– Relações Institucionais: Pedro Estevam da Rocha Pomar (SP), Marcos Francisco Urupá Moraes de Lima (DF) e Isabela de Souza Vieira (RJ);
– Mobilização, Negociação Salarial e Direito Autoral: Paulo Victor Purificação Melo (SE), Gésio Tassio da Silva Passos (DF) e Pedro Zavitoski Malavolta (SP);
– Cultura e Eventos: Auro Giuliano Moura Braga (TO); Luana Souza Santos (MT) e Carolina Barreto da Silva Gaspar (RJ);
– Mobilização em Assessoria de Imprensa: Renata Roncali Maffezoli (DF), Alessandra Siqueira Lessa (GO) e Ítalo Milhomem Santos Zikemura (MS);
– Relações Internacionais: Carlos Alberto de Oliveira (BA), Michele Aparecida da Costa (SP) e Élida Cordeiro de Almeida Galvão (PA);
– Mobilização dos Jornalistas de Produção e Imagem: José Roberto Geremias (PR), Jeomark Roberto de Oliveira Silva (SP) e Kátia Paim Cavalheiro Menezes (SE);
– Saúde e Previdência: Fábio Luis dos Reis (SC), Ana Paula Costa da Silva (RN) e Ednubia Cristina Ghisi (PR).

CONSELHO FISCAL: Alecsandre Alves Oliveira (TO), Reginaldo Marcos Félix de Aguiar (DF) e Caroline Rejane Souza Santos (SE).

 CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA: Fabio Cesar Venturini (SP), Helena Palmquist (PA) e José Cristian Góes (SE).

Jornalista comprometido com a democracia vota nas eleições da Fenaj.


Participe!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates